Mourinho: "Os derrotados da Liga dos Campeões deveriam voltar para casa"

Treinador do Tottenham manifestou-se contra o reaproveitamento europeu dos derrotados da Champions.

Após o triunfo por 2-1 sobre o Wolverhampton, o treinador do Tottenham, José Mourinho, foi questionado sobre o que espera da época da equipa comandada por Nuno Espírito Santo e não poupou no elogios entre alguns recados à UEFA.

"É uma questão que têm de fazer ao Nuno [Espírito Santo], mas acho eles estão connosco [Tottenham], Chelsea, [Manchester] United e Arsenal a lutar pelos seis primeiros e a cheirar otop-4. Na Liga Europa, acho sempre injusto que os derrotados [terceiros classificados na Liga dos Campeões] caiam [para a Liga Europa]. Para mim, os derrotados da Liga dos Campeões deveriam voltar para casa. Agora eles [Wolverhampton] podem apanhar Inter, Ajax e outras equipas boas da Liga dos Campeões. Mas podem vencer qualquer um, em casa ou fora. Têm uma mentalidade incrível", elogiou o técnico dos spurs.

Mourinho elogiou ainda alguns jogadores dos wolves, entre eles alguns compatriotas: "Os dois médios portugueses, Moutinho e Neves, são de topo. Movimentam a bola rapidamene. Adama e Diogo [Jota]? Nem quero falar sobre eles porque fico cansado de os ver correr..."

Já antes da partida, o técnico do Tottenham tinha deixado rasgados elogios a Nuno Espírito Santo e à sua equipa.

O jogo foi especial para Mourinho e ele revelou porquê. O encontro com o Wolverhampton foi no Estádio Molineux, o mesmo onde o pai, que morreu em 2017, jogou em 1973: "Deixem-me partilhar convosco uma pequena grande emoção: o meu pai jogou aqui neste estádio contra o Wolves num jogo da Taça UEFA no início dos anos 70. Foi especial para mim."

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG