Miguel Cardoso deixa de ser treinador do Celta de Vigo

O treinador português Miguel Cardoso deixou o Celta de Vigo, revelou o clube espanhol de futebol, depois de a equipa voltar a perder no campeonato, na 26.ª jornada.

"Miguel Cardoso e a sua equipa técnica não continuarão no RC Celta, depois de ter sido acordada a rescisão", refere o clube na sua página oficial, agradecendo ao português "o profissionalismo, dedicação e esforço".

A saída de Miguel Cardoso, juntamente com Jorge Maciel, António Calado, Nuno Baptista e Francisco Costa, segue-se à derrota deste domingo em casa do Eibar (1-0).

O técnico, de 46 anos, assumiu o Celta de Vigo em 26 de novembro, à 13.ª jornada, substituindo o treinador argentino Antonio Mohamed e num momento em que a equipa seguia no 14.º lugar, quatro pontos acima da linha de descida.

O percurso dos galegos não melhorou, pelo contrário, com a equipa -- que nos últimos dez jogos tem oito derrotas -, a estar no 17.º lugar, um acima da despromoção, com mais dois pontos do que o Villarreal.

Esta época, o antigo treinador do Rio Ave tinha assumido inicialmente o comando dos franceses do Nantes, clube em que também saiu em outubro devido aos maus resultados, quando a equipa estava na zona de descida.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG