Messi bisa e dá a vitória ao Barcelona em Londres diante do Tottenham

O Barça venceu em Inglaterra por 4-2. No grupo C, o Nápoles venceu o Liverpool por 1-0

O Barcelona soma e segue na Liga dos Campeões. Esta quarta-feira, em Londres, os catalães venceram o Tottenham por 4-2, numa partida em que Messi esteve em destaque ao marcar dois golos.

No entanto, foi o brasileiro Philippe Coutinho a abrir o marcador logo aos dois minutos, tendo Ivan Rakitic aumentado para 2-0 ainda antes do intervalo.

O segundo tempo começou com uma reação dos londrinos que encurtaram distâncias com um golo de Harry Kane. Só que, na resposta, Messi abriu a sua conta pessoal. Erik Lamela ainda devolveu a esperança ao Tottenham, que durou até ao minuto 90, altura em que Messi fechou as contas de uma partida em que o Barça contou com Nélson Semedo a tempo inteiro.

Ao fim de duas jornadas, os Spurs continuam sem pontual e já veem a concorrência a seis pontos de distância. Isto porque o Barça partilha a liderança do grupo B o Inter Milão, que foi à Holanda vencer o PSV Eindhoven por 2-1. Ainda assim a equipa da casa esteve a vencer graças a um golo de Pablo Rosario. No entanto, Nainggolan (44') e Mauro Icardi (60') deram a volta ao marcador a favor dos italianos, que não contaram com João Mário.

No outro jogo grande do grupo C, o Nápoles, com Mário Rui no onze, recebeu o Liverpool e venceu por 1-0, beneficiando de um golo de Lorenzo Insigne em cima do minuto 90. Os napolitanos lideram o grupo com quatro pontos, mais um que os ingleses e que o PSG que goleou o Estrela Vermelha, no Parque dos Príncipes, por 6-1, com três golos de Neymar, aos quais se juntaram os de Cavani, Di María e Mbappé.

Finalmente, no grupo A, Borussia Dortmund e Atlético de Madrid voltaram a vencer e já se destacaram da concorrência. Os alemães despacharam o Mónaco, de Leonardo Jardim, por 3-0, com golos de Brunn Larsen, Paco Alcácer e Marco Reus, sendo que pelo meio Alcácer ainda falhou um penálti.

Já o Atlético de Madrid, sem Gelson Martins, venceu o Club Brugge por 3-1. Griezmann abriu o marcador para os colchoneros, mas os belgas empataram ainda antes do intervalo com um grande golo de Groeneveld. Só que na segunda parte, Griezmann bisou e Koke fechou as contas da partida.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG