Jovem diz que McGregor é o pai da sua filha e exige teste de paternidade

Terri Murray, de 26 anos, diz que a filha nasceu nove meses depois de se ter encontrado com o lutador. "Notorius" já veio negar que seja o pai da criança

Uma mulher de 26 anos veio a público dizer que Conor McGregor é pai da sua filha e exige que o lutador milionário da MMA faça um teste de ADN.

Terri Murray, de 26 anos, garante que a filha Clodagh nasceu nove meses depois de se ter encontrado com o lutador irlandês de artes marciais mistas num hotel em Liverpool, Inglaterra, no dia da grande final de 2017.

"Não quero o dinheiro dele. Só quero provar que ele é o pai de Clodagh e que eu não estou a mentir", disse Terri ao The Mirror.

O lutador da MMA, de 30 anos, já veio negar que se tenha encontrado com Terri Murray e disse que talvez ela tenha estado com um dos seus amigos que o acompanharam a Aintree num jato privado.

McGregor, conhecido como "Notorious", foi pai de um rapaz - Conor McGregor Junior -, quatro semanas após a Grande Final de 2017, fruto da sua relação com Dee Devlin, de 31 anos.

No entanto, Terri Murray garante que o conheceu e mostra mesmo fotos ao lado do lutador.

E afirmou que se por um lado pensou que não devia avançar publicamente com o assunto, acabou por fazê-lo porque não tem condições para criar a criança: "Vivo com a minha mãe, sozinha, sem trabalho, com um bebé. Estou a lutar, mas é mais difícil do que eu pensava.". E adianta que preferia não ter vindo para a praça pública e que o assunto tivesse sido resolvido em privado.

Em maio do ano passado, Terri avançou com um "formulário de consulta inicial" sobre a paternidade, no qual nomeou McGregor. Em junho deveria ter seguido com o processo, mas decidiu não o fazer e vir contar a história.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG