José Fonte e a Liga das Nações: "Somos candidatos claro"

Defesa central falou antes do treino desta quarta-feira, que já contou com Ronaldo.

Para José Fonte não existem favoritos na fase final da Liga das Nações de futebol e assumiu o desejo de recuperar a titularidade na seleção portuguesa. "Somos candidatos claro, mas, numas meias-finais, não há favoritos. Ninguém se pode considerar favorito. Está tudo em aberto. Vamos aproveitar o apoio do público e toda essa energia para conseguir alcançar mais uma taça", afirmou o central da seleção em conferência de imprensa, minutos antes de novo treino de Portugal na Cidade do Futebol, em Oeiras.

O jogador do Lille foi titular absoluto no último Campeonato do Mundo, que decorreu no ano passado na Rússia, mas, após o torneio, acabou por ser ultrapassado por Pepe e Rúben Dias nas principais escolhas do selecionador Fernando Santos."Se não tivesse essa ambição e mentalidade (de voltar a ser titular), não valia de nada estar aqui. Cabe ao treinador decidir quem joga e é importante estar aqui para ajudar, seja como titular ou suplente. Estou preparado para ser titular, quero muito ser titular e acredito que posso ser", referiu o central de 35 anos.

Ao terceiro dia de treinos, o selecionador Fernando Santos passou a contar pela primeira vez com todos os 23 jogadores convocados, incluindo o capitão Cristiano Ronaldo: "Ele para nós é o melhor do mundo. É importante tê-lo connosco. Agora estamos todos e podemos começar a preparar da melhor forma a competição."

O jogador do Lille foi questionado se estava à espera de ter um central mais jovem na lista para a Liga das Nações, como por exemplo Ferro do Benfica: "O treinador fez a escolha de trazer apenas três centrais de raiz, sendo que o Danilo pode fazer a posição. O Ferro é um jogador de qualidade, fez uma boa época, terá o seu tempo aqui na seleção. Fernando Santos decidiu estar aqui eu, o Pepe e o Rúben e acho que estamos bem servidos por agora. Acima de tudo, estamos disponíveis, como sempre, para ajudar a nossa seleção."

Fonte falou ainda de João Félix, avançado do Benfica que ainda não estreou e que na última chamada acabou por não ser opção devido a lesão. "Da última vez que cá esteve connosco, pareceu-me ser um rapaz muito confiante, seguro das suas capacidades. Depois de fazer uma grande época, óbvio que isso ajuda sempre a estar a um nível de confiança alto. Sendo uma seleção que consegue facilitar a adaptação de qualquer jogador, tendo um grupo fantástico, acho que se sentiu à vontade. Terá um papel fundamental para ajudar nesta competição", afirmou o central.

Portugal, campeão europeu em título, defronta a Suíça nas meias-finais da Liga das Nações, em 5 de junho, no Estádio do Dragão, no Porto. Um dia depois, Inglaterra e Holanda disputam a outra meia-final, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães.

Os vencedores disputam a final da primeira edição da Liga das Nações, em 9 de junho, no Estádio do Dragão.

Exclusivos