Jorge Jesus 'perde' eleição de treinador do Ano na América do Sul

Treinador português ficou atrás de Marcelo Gallardo, que venceu na final da Taça Libertadores.

Jorge Jesus venceu a Taça Libertadores (a Champions da América do Sul) e o Brasileirão, mas, isso não foi o suficiente para bater Marcelo Gallardo na eleição de melhor treinador da América do Sul.

O técnico do River Plate, que perdeu a final da Libertadores para Jesus, foi campeão da Taça da Argentina e da Supertaça Sul-Americana e atualmente ocupa a quinta posição do Campeonato Argentino, venceu o troféu pelo segundo ano seguido, tendo recebido mais de 50% dos votos na já tradicional eleição realizada pelo El País do Uruguai. Jorge Jesus ficou em segundo, com 36% dos votos, tendo vencido no voto popular (63%).

Quanto à sua equipa, o Flamengo elegeu os três melhores jogadores do continente: Gabriel Barbosa, Bruno Henrique e Arrascaeta.

Jesus, que esta segunda-feira foi condecorado por Marcelo Rebelo de Sousa, já tinha sido eleito o melhor treinador do Brasileirão pela ESPN e pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) no mesmo dia, depois de fazer história no futebol brasileiro. O​​​​​ mengão conquistou a maior prova de clube da América do Sul e o sétimo título brasileiro no historial do clube brasileiro, o que já não acontecia desde 2009.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG