João Félix marca no apuramento do Atlético. Ronaldo ajuda Benfica

Os colchoneros venceram o Lokomotiv Moscovo por 2-0 e continuam em prova. Ronaldo marcou na vitória da Juventus por 2-0 diante do Leverkusen, um resultado que atira os alemães para a Liga Europa e deixa os encarnados cabeças-de-série nessa prova.

O Atlético de Madrid foi a última equipa a garantir a presença nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, ao vencer o Lokomotiv Moscovo, por 2-0, no Estádio Wanda Metropolitano.

Um triunfo que teve a assinatura de João Félix, que foi uma das principais figuras da partida, pois logo no primeiro minuto foi derrubado na área pelo guarda-redes Guilherme, mas o inglês Kevin Trippier acabou por falhar o penálti.

Não demorou muito até que o Atlético voltasse a ter um penálti a favor, por mão na bola de um defesa russo, tendo o treinador Diego Simeone incumbido o avançado português da marcação. João Félix não deu hipóteses e abriu o marcador, encaminhando o apuramento dos colchoneros, que acabou por ser selado na segunda parte com um golo do ex-portista Felipe. Refira-se que pelo Lokomotiv, Éder foi titular.

No outro jogo do grupo D, a Juventus, já com o primeiro lugar garantido, foi à Alemanha vencer o Bayer Leverkusen, por 2-0. O primeiro golo surgiu aos 75 minutos e foi marcado por Cristiano Ronaldo, a passe de Paulo Dybala, naquele que foi apenas o segundo golo do internacional português nesta edição da Champions. O marcador foi fechado por Gonzalo Higuaín nos instantes finais, após mais uma assistência de Dybala.

Um resultado que acabou por ser favorável ao... Benfica. É que os alemães vão para a Liga Europa, mas como fizeram menos pontos que os encarnados na Champions, permitem que a equipa de Bruno Lage seja cabeça-de-série no sorteio da segunda prova da UEFA, que se realiza segunda-feira, integrando um lote para já formado por Ajax, RB Salzburgo, Inter Milão, Sevilha, Celtic e Espanyol.

No grupo dos não cabeças-de-série, que podem calhar ao clube da Luz, estão para já Bayer Leverkusen, Shakhtar Donetsk, Club Brugge, Olympiacos e APOEL Nicósia.

Mourinho derrotado e Pedro Martins fez a festa

Em Munique realizou-se o jogo grande desta última jornada, mas que já nada decidia no grupo B. Jogava-se pela honra, sobretudo o Tottenham que no jogo disputado em Inglaterra tinha sido goleado por 7-2 pelo Bayern. Desta vez, com José Mourinho como treinador, os spurs voltaram a perder, mas por números mais decentes: 3-1.

Kingsley Coman abriu o marcador para os bávaros aos 14 minutos, mas Ryan Sessegnon fez o empate pouco depois, mas Thomas Müller e Philippe Coutinho acabaram por confirmar o triunfo do Bayern Munique, que já tinha vencido o grupo.

Na luta por um lugar na Liga Europa, o Olympiacos, treinado por Pedro Martins, estava obrigado a vencer, em casa, o Estrela Vermelha. E conseguiu-o, por 1-0, com um golo de penálti aos 87 minutos apontado por Youssef El Arabi, de penálti, num jogo em que os sérvios desperdiçaram um penálti pelo português Tomané. Neste jogo de festa para os gregos, José Sá, Rúben Semedo e Daniel Podence foram titulares.

PSG fecha com goleada

Finalmente, no grupo A, o Paris Saint-Germain goleou o Galatasaray por 5-0, no Parque dos Príncipes. Um final de fase de grupos em cheio para os franceses, que contaram com os golos de Mauro Icardi, Pablo Sarabia, Neymar, Mbappé e Cavani. Os turcos ficam assim no último lugar e fora da UEFA.

O Real Madrid fechou uma fase de grupos errática com um triunfo na Bélgica, perante o Club Brugge, por 3-1. Foram os jovens brasileiros Rodrygo e Vinícius Júnior e o croata Luka Modric a marcarem os golos que deram os três pontos aos merengues. Apesar da derrota, os belgas rumam para a Liga Europa.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG