João Félix e Ronaldo marcam, batem recordes e dividem liderança

Juventus venceu o Bayer Leverkusen, por 3-0, enquanto o Atlético bateu o Lokomotiv, por 2-0. Em Londres, o Tottenham foi humilhado pelo Bayern Munique (7-2).

Cristiano Ronaldo picou o ponto no dia em que bateu Casillas como o jogador com mais vitórias na Liga dos Campeões. O português ajudou nesta terça-feira a Juventus a vencer o Bayer Leverkusen, por 3-0, e jogo da segunda jornada do grupo D e somou a 102.ª vitória na prova milionária, mais uma do que o guarda-redes do FC Porto.

Higuain voltou a ser aposta de Maurizio Sarri e não demorou muito a inaugurar o marcador. O avançado enganou Jonathan Tah e aproveitou a segunda bola para bater Hradecky, o guarda-redes do Bayer que perto do intervalo, impediu o bis de Higuain e fez o mesmo a Cristiano Ronaldo, já na segunda parte.

O segundo golo da Juve chegou pelos pés de Bernardeschi. A vitória estava praticamente assegurada, mas faltava o golo de Cristiano Ronaldo, que já tinha tentado duas vezes, mas só à terceira conseguiu bater Hradecky. Foi o 127.º golo de CR7 na Champions.

No Wada Metropolitano também houve recorde português. João Félix estreou-se a marcar na Liga dos Campeões no triunfo do Atlético de Madrid sobre aos russos do Lokomotiv de Moscovo (2-0) de João Mário e Éder. Com 19 anos e 325 dias de idade, João Félix superou Sergio Aguero e tornou-se no jogador mais novo de sempre a marcar na Champions com a camisola colchonera.

O português foi titular e abriu o marcador. João Félix iniciou a jogada e apareceu depois a marcar na recarga a um primeiro remate. Pouco depois, após mais um belo passe de Félix, Diego Costa serviu para Partey fazer segundo golo da partida, fixando o resultado final (2-0).

"Estou muito contente por marcar o meu primeiro golo na Liga dos Campeões. Foi um ótimo jogo, e o importante é que conquistámos os três pontos", lançou o ex-benfiquista à Movistar, no final do encontro em Moscovo.

Depois de empatarem na abertura da Liga dos Campeões 2019, Juventus e Atlético venceram no segundo jogo, partilhando por isso a liderança do grupo D com quatro pontos.

Jogo de loucos em Londres

O Bayern Munique goleou o Tottenham, por 7-2. Os ingleses até começaram a ganhar com golo de Son (12'), mas não conseguiram contrariar a recuperação alemã, graças a um poker de Gnabry.

Em Londres, na casa do vice-campeão europeu em título, os bávaros conseguiram uma marca para a história, num jogo que até começaram a perder, mas que já lideravam ao intervalo (2-1), para, depois, cilindrarem os ingleses na segunda metade.

Serge Gnabry, de 24 anos, foi a grande figura do jogo, e do dia, ao apontar quatro golos na segunda metade, aos 53, 55, 83 e 88 minutos, ficando a um golo do recorde num jogo, do argentino Lionel Messi (2012) e do brasileiro Luiz Adriano (2014).

O primeiro tento dos bávaros foi de Kimmich, aos 15 minutos, e os outros dois do inevitável polaco Robert Lewandowski, aos 45 e 87.

O Tottenham, primeira equipa inglesa a sofrer sete golos na Champions, só voltou a faturar aos 61 minutos, quando já perdia por 4-1, por intermédio de Harry Kane, de grande penalidade.

Os bávaros lideram o Grupo B, com seis pontos (10-2 em golos), contra três do Estrela Vermelha, equipa que perdeu por 3-0 em Munique, mas esta terça-feira bateu o Olympiacos, de Pedro Martins, por 3-1.

Aos 37 minutos, o central luso Rúben Semedo adiantou os gregos - também com José Sá no onze, enquanto Podence entrou aos 51 -, mas, Benzia foi expulso aos 58 e, frente a 10, os sérvios viraram o jogo, com tentos de Milos Vulic, aos 62, Nemanja Milunovic, aos 87, e do ganês Richmond Boakye, aos 90.

Resultados

Grupo A

Real Madrid-Club Brugge, 2-2

Galatasaray-PSG, 0-1

Grupo B

Tottenham-Bayern, 2-7

Estrela Vermelha-Olympiacos, 3-1

Grupo C

Atalanta-Shakhtar, 1-2

Manchester City-Dínamo Zagreb, 2-0

Grupo D

Juventus-Leverkusen, 3-0

Lokomotiv-Atlético de Madrid, 0-2

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG