Wilson Eduardo quer SC Braga a "conquistar títulos"

O jogador foi o porta-voz do clube bracarense que prepara a próxima época.

Wilson Eduardo disse, esta sexta-feira, que o Sporting de Braga quer fazer uma época ainda melhor do que na época passada, em que foi quarto classificado da I Liga de futebol, e que "isso passa por conquistar títulos".

"Quem representa este clube sabe que tem de estar preparado desde o primeiro dia, é isso que temos feito para fazer uma época ainda melhor do que a anterior e isso passa também por conquistar títulos", afirmou antes do treino matinal desta sexta-feira.

Segundo o avançado, os objetivos dos minhotos "são claros: o primeiro é a entrada na Liga Europa e depois fazer um campeonato ainda melhor do que no ano passado, nas taças [da Liga e de Portugal] conquistar pelo menos uma delas, mas o objetivo é ir à final e conquistar as duas", disse.

Questionado sobre se o Braga pode intrometer-se na luta pelo título, Wilson Eduardo disse que a equipa vai "entrar em cada jogo para vencer: não sei se é esta época que conseguiremos conquistar o título, mas prometemos empenho e dedicação".

"A caminhada é longa, partimos todos da estaca zero, no final logo se verá quem foi mais forte", disse.

Para Wilson Eduardo, a época anterior mostrou que "o Sporting de Braga está cada vez mais perto dos ditos três "grandes' e espera "ficar à frente de um deles, pelo menos".

Condicionado por lesões nas duas últimas épocas, o jogador de 27 anos, que vai começar a quarta época nos bracarenses, quer realizar toda a temporada tendo para isso feito uma preparação prévia.

"A falta de ritmo era evidente na última época, em que só joguei seis meses. Trabalhei duas, três semanas antes de vir para Braga com um PT [treinador pessoal] amigo, em Lisboa, isso ajudou-me bastante e estou aqui para dar continuidade a esse trabalho", disse.

No treino de hoje, subiram 29 jogadores ao relvado anexo ao Estádio Municipal de Braga, sendo que Ricardo Ferreira apenas realizou corrida, continuando o lento processo de recuperação à lesão ligamentar no joelho direito contraída em janeiro.

Vuccevic, em gestão de esforço, e Rosic, condicionado, ficaram pelo ginásio, sendo que Trincão está nos trabalhos da seleção sub-19 que prepara o Europeu da categoria, ainda este mês.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.