Enrique Sanz vence sétima etapa da Volta a Portugal, Alarcón mantém amarela

Pelotão cumpre na sexta-feira a oitava etapa, entre Barcelos e Braga

O espanhol Enrique Sanz (Euskadi-Murias) venceu esta quinta-feira a sétima etapa da Volta a Portugal em bicicleta, que ligou Montalegre ao Santuário de Santa Luzia, em Viana do Castelo, na distância de 165,5 quilómetros.

O também espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) conservou a liderança, ao terminar em terceiro lugar, logo atrás do português Daniel Mestre (Efapel), chegando ambos com o mesmo tempo do vencedor (3:45.02 horas), num final em que a meta coincidiu com a contagem de montanha de terceira categoria.

Alarcón, que procura repetir a vitória alcançada na edição de 2017, conservou a camisola amarela, com 52 segundos de avanço sobre Jóni Brandão (Sporting-Tavira) e 1.41 minutos em relação ao espanhol Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano).

Na sexta-feira, o pelotão cumpre a oitava etapa, entre Barcelos e Braga, numa distância de 147,6 quilómetros, numa tirada com quatro prémios de montanha, um de segunda categoria, dois de terceira e um de quarta.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os irados e o PAN

A TVI fez uma reportagem sobre um grupo de nome IRA, Intervenção e Resgate Animal. Retirados alguns erros na peça, como, por exemplo, tomar por sério um vídeo claramente satírico, mostra-se que estamos perante uma organização de justiceiros. Basta, aliás, ir à página deste grupo - que tem 136 000 seguidores - no Facebook para ter a confirmação inequívoca de que é um grupo de gente que despreza a lei e as instituições democráticas e que decidiu fazer aquilo que acha que é justiça pelas suas próprias mãos.