'Vice' do Benfica diz que "não se prevê a saída dos principais jogadores"

Varandas Fernandes falou esta quinta-feira em conferência de imprensa, abordando a situação no mercado de transferências

Numa altura em que se fala com insistência do interesse do Lyon em Rúben Dias, o vice-presidente benfiquista Varandas Fernandes abordou a situação do clube no mercado de transferências, fechando a portas a saídas.

"O plantel ainda não está fechado, porque o mercado só encerra a 31 de agosto. Mas como o presidente Luís Filipe Vieira esclareceu, o Benfica não está vendedor, nem se prevê a saída dos principais jogadores. Compreendemos o interesse nos novos talentos, mas não contem com qualquer saída", afirmou o dirigente, citado pelo jornal O Jogo.

Sobre Jonas, congratulou-se pela permanência do avançado brasileiro: "O Benfica fez tudo ao seu alcance para garantir a continuidade de Jonas. O próprio jogador fez questão de dar testemunho desse empenho. Como todos sabem, o Jonas continua no Benfica."

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

Crédito: teremos aprendido a lição?

Crédito para a habitação, crédito para o carro, crédito para as obras, crédito para as férias, crédito para tudo... Foi assim a vida de muitos portugueses antes da crise, a contrair crédito sobre crédito. Particulares e também os bancos (que facilitaram demais) ficaram com culpas no cartório. A pergunta que vale a pena fazer hoje é se, depois da crise e da intervenção da troika, a realidade terá mudado assim tanto? Parece que não. Hoje não é só o Estado que está sobre-endividado, mas são também os privados, quer as empresas quer os particulares.