Tomás Froes: "Tenho estado a trabalhar com Figo num projeto para o Sporting"

Sócio da agência Partners (marketing) tenta convencer o ex-jogador a avançar com uma candidatura à presidência do Sporting, nas eleições de 8 de setembro.

Tomás Froes confirmou neste sábado que tem trabalhado com Luís Figo no sentido de encontrar "um projeto" para o Sporting. Ou seja, o ex-futebolista pondera uma candidatura à presidência dos leões, tal como o DN noticiou.

"No seguimento das notícias vindas a público sobre uma possível candidatura de Luís Figo à presidência do Sporting Clube de Portugal, gostaria de esclarecer todos os sportinguistas de que tenho estado a trabalhar com Luís Figo num projeto e numa visão global para o Sporting. Um projeto em que Luís Figo se envolveu com toda honra e paixão e no qual estamos muito empenhados para assegurar as condições necessárias para a sua viabilidade", pode ler-se num comunicado, revelado pelo jornal O Jogo.

Segundo Froes, a visão que ele e Figo partilham não foi pensada nem discutida com nenhuma das pessoas ou entidades referidas em alguns órgãos de comunicação Social: "O passado está escrito e é certo que não se pretende uma proposta de um presente previsível. O foco, mais do que nunca, tem de estar no futuro."

O DN tentou contactar Tomás Froes, mas sem sucesso.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...