João Benedito já está em condições de ir a eleições

A candidatura de João Benedito à presidência do Sporting foi corrigida e está "em condições" de ir a eleições, juntando-se às de José Maria Ricciardi e Frederico Varandas, garantiu Jaime Marta Soares

"A lista Raça e Futuro, liderada por João Benedito, corrigiu a falha apontada, estando neste momento em condições de ser aceite e presente a sufrágio no próximo dia 08 de setembro de 2018", disse Jaime Marta Soares, em nota enviada à agência Lusa.

Na sexta-feira, Jaime Marta Soares tinha dado apenas como elegíveis as candidaturas de José Maria Ricciardi e de Frederico Varandas, explicando que as restantes tinham "irregularidades formais".

Em causa estão as candidaturas de Pedro Madeira Rodrigues (O Grande Sporting), Eugénio Dias Ferreira (Pelo Teu Amor), Fernando Tavares Pereira (Unidos Venceremos) e Rui Jorge Rego (Projeto e Futuro), que têm que "ser retificadas num prazo máximo de 48 horas por forma a que possam ser consideradas".

Jaime Marta Soares explicou que pode receber, durante o fim de semana, as correções destas listas via email, para o seu pessoal ou para o que está adstrito pela Mesa da Assembleia Geral (MAG) do Sporting ao ato eleitoral, ou, em caso presencial, no domingo, entre às 18:00 e 24:00.

Na sexta-feira, o presidente da MAG rejeitou a candidatura do ex-presidente do clube Bruno de Carvalho.

"A candidatura (...) viola os Estatutos do Sporting, o Regulamento da Assembleia Geral e o princípio da legalidade democrática, pois apresenta como candidatos três sócios que estavam suspensos dessa mesma qualidade (...)", lê-se no documento a que a Lusa teve acesso, que enumera Bruno de Carvalho (candidato a presidente), Alexandra Godinho (candidata a vice-presidente) e José Trindade Barros (candidato a presidente da Mesa da Assembleia-Geral.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".