Serena Williams conforta adversária depois da vitória: "Não chores"

Tenista norte-americana superou uma jovem ucraniana de 18 anos que irrompeu em lágrimas no final

Serena Williams não precisou de mais do que uma hora e sete minutos para despachar o seu encontro da terceira ronda do Open da Austrália, frente à ucraniana Dayana Yastremska, por 6-2 e 6-1, sem ceder qualquer ponto de serviço.

Para Yastremska, de apenas 18 anos, o jogo foi a primeira oportunidade de defrontar a sua ídolo de infância, a tenista que a motivou a dedicar-se à modalidade precisamente quando a viu ganhar um jogo no Open da Austrália de 2008, revelou a ucraniana antes do encontro.

Mas o duelo com Serena Williams não correu conforme as expetativas de Yastremska, 57.ª jogadora do mundo. A jovem ucraniana ficou condicionada por uma lesão no tornozelo a meio da partida e no segundo set, quando já perdia por 4-1, teve mesmo de pedir assistência médica para lhe ligarem o pé.

No final, irrompeu em lágrimas, o que levou Serena Williams a confortá-la ainda no court. "Tu vais ter sucesso, não chores", disse-lhe a norte-americana, de 37 anos, vencedora de 23 torneios do Grand Slam.

Na conferência de imprensa, Serena deixou elogios à jovem adversária. "Enquanto caminhava para a rede, dei conta que ela estava muito triste. E isso parece-me positivo. Demonstra que não estava ali apenas para jogar, mas sim para ganhar. Ela queria ganhar. E isso realmente tocou-me o coração. É bom ver essa atitude, numa jovem talentosa como ela", disse.

"Recordo que uma vez, em Wimbledon, contra Venus, também comecei a chorar quando caminhava para a rede, no final. Não consegui evitá-lo. É normal quando se trata de mulheres jovens que apenas querem dar o melhor de si e ganhar", acrescentou a antiga n.1 do mundo, que procura na Austrália o seu 24.º título do Grand Slam, o que lhe permitira igualar o recorde histórico de Margaret Court (englobando ainda os anos que antecederam a Era Open).

Para isso, Serena terá de ultrapassar, na próxima ronda, a atual líder mundial, a romena Simona Halep, que na terceira eliminatória derrotou precisamente a irmã mais velha de Serena, Venus Williams.

Atualmente no 15.º lugar do ranking WTA, Serena Williams procura também o primeiro título major desde que foi mãe, em setembro de 2017.

Ler mais

Exclusivos