Se é cliente Meo, Vodafone ou NOS já pode ver a Liga dos Campeões por 9,99 euros

Eleven Sports chegou a acordo com as três principais operadoras. Canal disponível para subscrição dos clientes por 9,99 euros.

Se é cliente Meo, Vodafone ou NOS e hoje mesmo quiser ver um PSG-Manchester United ou um Liverpool- Bayern Munique já pode... mediante o pagamento de 9, 99 euros por mês. O acordo da Eleven Sports com Altice Portugal (dona da Meo), Nos e Vodafone Portugal, permite que os canais da operadora de conteúdos desportivos premium estejam disponíveis para os clientes das três principais operadoras de telecomunicações em Portugal.

"Este é sem dúvida um momento marcante para a operação da Eleven Sports em Portugal. Como afirmamos desde o primeiro minuto, o nosso ADN é sermos agnósticos em termos de plataformas. Como tal, queremos chegar a todos os portugueses independentemente da plataforma. Seja através do nosso site, aplicações ou através dos operadores. Com este acordo, garantimos que todos os portugueses poderão aceder aos nossos canais através da sua TV Box e assistir na TV, de forma cómoda e imediata, aos conteúdos da Eleven Sports em Alta Definição", disse em comunicado enviado às redações, Jorge Pavão de Sousa, Director-Geral da Eleven Sports Portugal.

A partir de hoje, os canais Eleven Sports já não são exclusivos da Nowo, que detinha os direitos de transmissão dos conteúdos desde 15 de agosto de 2018, data do início da atividade em Portugal.

Assim, a Liga dos Campeões, cujos os direitos de transmissão em Portugal são um exclusivo da Eleven Sports, que esta terça-feira entrou na fase a eliminar - FC Porto é o único clube português em prova e joga esta terça-feira com a Roma (TVI) - pode ser vista nas três plataformas, além da Nowo. Além da Champions ligas de futebol estrangeiras, como a espanhola, a francesa, a belga e a alemã.

Os clientes dos operadores de telecomunicações poderão ver já, a partir de hoje, os oitavos-de-final da Champions League, a maior prova de clubes em todo mundo, tanto na televisão como nos serviços móveis "On-the-Go" dos seus operadores assim como via a plataforma OTT da Elevensports.pt.

Os canais Eleven Sports 1 e 2 estarão disponíveis no MEO nas posições 33 e 34 e os canais pop-up ficarão nas posições 35 e a partir da 177 para clientes MEO ADSL e MEO Fibra e a partir da posição 176 para clientes MEO Satélite; na NOS nas posições 38 e 39 (canais 1 e 2) e 137 e 140 (canais pop-up); e na Vodafone nos canais 41 a 46.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Henrique Burnay

A ameaça dos campeões europeus

No dia 6 de fevereiro, Margrethe Vestager, numa só decisão, fez várias coisas importantes para o futuro da Europa, mas (quase) só os jornais económicos repararam. A comissária europeia para a Concorrência, ao impedir a compra da Alstom pela Siemens, mostrou que, onde a Comissão manda, manda mais do que os Estados membros, mesmo os grandes; e, por isso mesmo, fez a Alemanha e a França dizerem que querem rever as regras do jogo; relançou o debate sobre se a Europa precisa, ou não (e em que condições), de campeões para competir na economia global; e arrasou com as suas possibilidades (se é que existiam) de vir a suceder a Jean-Claude Juncker.

Premium

Anselmo Borges

Islamofobia e cristianofobia

1. Não há dúvida de que a visita do Papa Francisco aos Emirados Árabes Unidos de 3 a 5 deste mês constituiu uma visita para a história, como aqui procurei mostrar na semana passada. O próprio Francisco caracterizou a sua viagem como "uma nova página no diálogo entre cristianismo e islão". É preciso ler e estudar o "Documento sobre a fraternidade humana", então assinado por ele e pelo grande imã de Al-Azhar. Também foi a primeira vez que um Papa celebrou missa para 150 mil cristãos na Península Arábica, berço do islão, num espaço público.

Premium

Adriano Moreira

Uma ameaça à cidadania

A conquista ocidental, que com ela procurou ocidentalizar o mundo em que agora crescem os emergentes que parecem desenhar-lhe o outono, do modelo democrático-liberal, no qual a cidadania implica o dever de votar, escolhendo entre propostas claras a que lhe parece mais adequada para servir o interesse comum, nacional e internacional, tem sofrido fragilidades que vão para além da reforma do sistema porque vão no sentido de o substituir. Não há muitas décadas, a última foi a da lembrança que deixou rasto na Segunda Guerra Mundial, pelo que a ameaça regressa a várias latitudes.