Santa Clara obtém empate épico diante do Sp. Braga

Aos 40 minutos os minhotos venciam por 3-0 mas os açorianos, no primeiro jogo em casa neste regresso ao escalão maior, anulou a desvantagem e conseguiu o empate a três golos. Incrível!

O Sp,. Braga não vive um bom momento. Ficou sem, Europa na quinta-feira diante dos modestos ucranianos do Zorya e neste domingo deixou escapar três golos de vantagem sobre o Santa Clara que não disputava a I Liga há 15 anos. Este foi o primeiro encontro em São MIguel depois de consumado o regresso dos açorianos ao escalão maior.


Aos 24' Pablo fez o primeiro para os minhotos após uma saída em falso do guarda-redes Marco, Cinco minutos mais tarde foi Wilson Eduardo a aproveitar um desentendimento entre Marco e João Lucas. Aos 40' Dyego Sousa fez um grande golo, ao finalizar com um grande remate depois de ultrapassar Fábio Cardoso.

Portanto, ao intervalo 0-3 para o Sporting Braga.

O segundo tempo começou com o primeiro golo açoriano, apontado por Thiago Santana. Aos 60' Zé Manuel aproveitou um mau remate de Thiago Santana para desviar a bola de Matheus e reduzir para 2-3 e, finalmente, aos 65', um minuto depois da entrada de João Palhinha, em estreia nos minhotos, Fábio Cardoso restabeleceu o empate com um cabeceamento após centro de Rashid.

Um jogo que fica para o álbum de recordações do Santa Clara. Na Pedreira Abel Ferreira vive um momento menos bom, talvez o pior desde que assumiu o comando técnico dos bracarenses.

O Sporting de Braga está no 4.º lugar dom quatro pontos, o Santa Clara é 13.º com um ponto apenas. Consulte aqui a classificação.

Ler mais

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...