Portugal conquista prata no concurso completo de trampolins do Mundial

A seleção portuguesa terminou atrás da China (ouro) e à frente do Canadá (bronze) na competição que está a decorrer em São Petersburgo, na Rússia

Portugal conquistou esta quinta-feira a medalha de prata no concurso completo dos campeonatos do mundo de trampolins, que decorrem em São Petersburgo, na Rússia.

Na estreia do concurso completo em Mundiais de trampolins, a seleção portuguesa terminou com 24 pontos, menos três do que a China, primeira campeã do mundo de 'all-around', enquanto o Canadá arrecadou a medalha de bronze, em igualdade com Portugal.

A equipa lusa foi composta por Mariana Carvalho e Diogo Abreu (trampolim), Raquel Pinto e Diogo Vilela (tumbling), Mafalda Brás e Diogo Carvalho (duplo minitrampolim) e as duplas feminina e masculina de trampolim sincronizado, constituídas por Marina Carvalho e Nicole Pacheco e por Diogo Ganchinho e Pedro Ferreira.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.