Portugal perde (3-6) e a Espanha é campeã europeia

Uma primeira parte de bom nível, com cinco bolas aos postes, deu a sensação de que Portugal podia revalidar o título. A Espanha foi mais eficaz e na hora da verdade não perdoou, por isso ganhou bem.

A Espanha sagrou-se neste domingo campeã europeia de hóquei em patins pela 17.ª vez ao bater Portugal por esclarecedores 6-3.

O jogo até começou bem para Portugal, com Gonçalo Alves a marcar aos três minutos, mas o que se passou até ao intervalo quase só visto porque contado ninguém acredita. Já para não falar de um penálti desperdiçado pelo mesmo Gonçalo Alves, Portugal atirou cinco bolas aos ferros, mas era a Espanha que marcava. O primeiro pelo hoquista do Benfica Adroher, o segundo pelo atleta do Sporting Ferrant Font e o terceiro, à beira do intervalo, por Edu Lamas. O resultado não era muito justo e as coisas para Portugal ainda pior ficaram quando, no reatamento, Alabart e Bargalló, hoquista da Oliveirense, ampliaram para 5-1.

Deu ainda para João Rodrigues reduzir para 5-2 e logo a seguir desperdiçar um livre direto com a bola a morrer... no poste. Na resposta Ferrant Font fez o 6-2 e terminou com todas as dúvidas, se é que elas existiam. João Rodrigues, o melhor hoquista lusitano nesta final, fez o 3-6 à entrada para o último minuto.

E a Espanha junta, assim, o Europeu ao Mundial, conquistado também perante Portugal.

Ler mais

Exclusivos