Folha quer ver Portimonense "somar pontos" diante do FC Porto

O treinador dos algarvios e antigo jogador portista assumiu esta sexta-feira a confiança em pontuar na receção aos dragões, no sábado, antevendo um jogo da 29.ª jornada da I Liga complicado frente a um candidato ao título.

"Tenho a certeza de que o FC Porto se vai apresentar na máxima força e com muito respeito por nós, mas estou confiante em que façamos um bom jogo, competente e sem erros, para tentarmos ao máximo um resultado que nos permita alcançar pontos que é esse o objetivo", disse o técnico dos algarvios.

Folha falava na conferência de imprensa de antevisão do encontro que opõe o Portimonense, nono classificado, com 32 pontos, ao FC Porto, segundo com os mesmos 69 pontos do líder Benfica, no sábado, às 18.00.

O treinador disse acreditar que o FC Porto vai "apresentar-se na máxima força, porque sabe que os outros dois grandes tiveram dificuldades [os algarvios venceram o Sporting por 4-2 e o Benfica por 2-0], e pode também passar um mau bocado, embora o contexto seja outro, porque não há jogos iguais".

Folha afirmou que o Portimonense "quer somar pontos para resolver a sua situação [da permanência] o mais rapidamente possível, embora ainda tenha alguns pontos de distância [dos três lugares de descida]".

"O nosso objetivo é tentar rapidamente aumentar a distância para os debaixo, porque é isso que me interessa. O FC Porto, tenho a certeza, vem na máxima força para tentar não tropeçar aqui, porque, a seis jogos do final, qualquer tropeção dos candidatos vai ser muito difícil de recuperar", referiu Folha.

O treinador do emblema algarvio perspetivou "dificuldades acrescidas para o jogo, dado que o FC Porto está na corrida pelo título de campeão, "e sabe que não pode falhar".

"Conheço bem o Sérgio [Conceição] e sei que ele virá aqui com o máximo respeito, sabendo que pode passar um mau bocado. Em casa, normalmente, temos sido muito competentes e temos feito bons jogos e espero que isso aconteça amanhã", destacou.

Folha assegurou que o Portimonense vai apresentar-se "com mesma filosofia implementada há cerca de um ano, não podendo a mesma ser alterada numa semana para jogar contra um grande". "Não faz sentido nenhum alterar a nossa filosofia de jogo só porque vamos defrontar uma equipa com muito poderio. Temos de ter algumas cautelas, mas mantendo a filosofia e jogar sem medo de perder", disse o treinador, acrescentando que vai apresentar "a equipa mais capaz para defrontar o FC Porto, à semelhança do que tem sido corrente ao longo da época".

António Folha, que não vai poder contar com o médio Paulinho, devido a castigo, assegurou ainda que o elevado número de jogadores em risco de exclusão, devido ao acumular de cartões amarelos, "não irá condicionar a prestação do Portimonense para o jogo com o FC Porto, como sempre tem acontecido".

Ler mais

Exclusivos