Piccini não esquece Jorge Jesus: "Foi o treinador que mais me influenciou"

Defesa italiano recorda incidentes na Academia de Alcochete, mas garante que mesmo que não tivessem acontecido aceitaria na mesma transferir-se para o Valência

Cristiano Piccini transferiu-se nesta janela de mercado do Sporting para o Valência. Numa entrevista ao jornal espanhol AS, o defesa direito recordou o ataque à Academia de Alcochete e elogiou Jorge Jesus, com quem trabalhou no último em Alvalade.

"Sempre gostei de atacar pela minha ala e nesse sentido foi muito importante a minha etapa no Sporting. Jorge Jesus foi o treinador que mais me influenciou em toda a minha carreira. Sob as ordens dele melhorei, aprendi a melhorar conceitos táticos...noto isso nos jogos e também nas críticas da imprensa", revelou.

Sobre os incidentes de Alcochete, o jogador foi claro. "Foi algo difícil de assimilar e entender. Foi um dia feio. Nem sei bem expressar o que senti. Foram muitos sentimentos misturados. Acabamos por aceitar porque não podemos fazer nada. Mas cada um seguiu o seu caminho", expressou, deixando uma garantia: "Mesmo que aquilo tudo não tivesse acontecido, não diria que não à chamada do Valência."

Exclusivos