Porto vence Moreirense em noite de regressos. Marega marca e Danilo entra

Veja os vídeos com os melhores momentos da primeira parte no Dragão

Aos nove minutos, o árbitro Hélder Malheiro assinala grande penalidade a favor do FC Porto, mas depois vai ele mesmo visualizar o lance entre Loum e Aboubakar e volta atrás na decisão.

Canto de Telles, Militão cabeceia, a bola sobra Herrera que, sozinho no segundo poste, só tem de encostar para o primeiro da noite, aos 15 minutos de jogo.

O segundo golo no Dragão começa em Otávio que passa para Marega, este atira com intenção mas acerta no poste. Ainda assim, sobra para Aboubakar e o FC Porto bisa na partida.

O Moreirense ainda não desistiu do jogo. Corta Militão! Cruzamento de Heri para a área onde estava Bilel, valeu o desvio providencial do central portista.

Chiquinho foge a Felipe e serve Heri que é desarmado por Militão na área.

Gritou-se golo no Dragão, com Maxi a servir Brahimi, remate rasteiro a dar a sensação de golo, mas a bola sai a rasar o poste.

Canto para os visitantes, Ivanildo nas alturas a cabecear, à figura de Casillas que segura facilmente.

Contra-ataque do Moreirense FC, Maxi perde para Bilel em zona proibida, este é desarmado mas sobra para Chiquinho colocar à prova o guarda-redes portista, que responde com uma boa defesa.

Livre batido por Alex Telles que não faz por muito pouco o golo, mas a bola saiu para fora.

E ao cair do pano, o terceiro do Porto. Marega marca e confirma a vitória.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Foi Centeno quem fez descer os juros?

Há dias a agência de notação Standard & Poor's (S&P) subiu o rating de Portugal, levando os juros sobre a dívida pública para os níveis mais baixos de sempre. No mesmo dia, o ministro das Finanças realçava o impacto que as melhorias do rating da República têm vindo a ter nas contas públicas nacionais. A reacção rápida de Centeno teve o propósito óbvio de associar a subida do rating e a descida dos juros às opções de finanças públicas do seu governo. Será justo fazê-lo?