Ora aí está a primeira polémica da época entre Guardiola e Mourinho

O documentário sobre o título da época passada do Manchester City está a motivar mais polémica entre os dois treinadores dos dois clubes de Manchester, O português não gostou, o catalão respondeu

A época ainda agora começou mas a polémica entre José Mourinho e Pep Guardiola. O pretexto é irrelevante porque a troca de palavras surge sempre. Desta vez o culpado é o documentário sobre a época passada do Manchester City, que terminou com a conquista do título inglês intitulado All or Nothing. Nesse filme, que retrata muito do que se passa no balneário às ordens de Guardiola a dado momento o narrador diz, antes de um duelo entre as duas equipas de Manchester, que será um confronto entre o futebol de ataque, reportando-se ao City, e uma equipa que estaciona o autocarro, numa alusão ao futebol defensivo da equipa treinada pelo português.

"Podes fazer um filme magnífico sem faltar ao respeito. Podes ser um clube rico e comprar os melhores jogadores do mundo, mas não podes comprar classe", disse Mourinho este sábado à Sky Sports.

Neste domingo, depois de golear o Huddersfield, Pep Guardiola respondeu ao português, enquanto a equipa deste defrontava o Brighton. "Mourinho tem razão, a classe não se compra. Não acho que tenhamos sido desrespeitosos, não era essa a nossa intenção. Somos um clube que quer crescer e ganhar títulos. Uns gostam, outros não, mas estou de acordo com Mourinho, a classe não se compra."

Resta esperar pelo novo episódio, agora a bola está do lado de José Mourinho.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".