O trambolhão de Mourinho à entrada de Wembley antes do Inglaterra-Espanha

Treinador foi assistir ao Inglaterra-Espanha, da Liga das Nações, mas deu uma tremenda queda à entrada do estádio

José Mourinho deslocou-se no sábado a Wembley para assistir ao vivo ao jogo entre a Inglaterra e a Espanha, relativo à Liga das Nações. Mas a entrada no mítico estádio inglês ficou marcada por uma queda aparatosa do treinador português do Manchester United, que deu um grande trambolhão ao tentar saltar um cordão de segurança.

O momento foi captado pelas câmaras de televisão. Mourinho chegou apressado ao estádio e assim que o viram, alguns adeptos começaram a tirar-lhe fotografias, com alguns seguranças a não deixarem as pessoas aproximar-se. Mourinho não parou e ao tentar passar um cordão à entrada acabou por cair. O treinador levantou-se rapidamente e foi abordado por um segurança, a quem disse estar bem.

Como se nada fosse, dirigiu-se depois para um camarote do estádio onde assistiu ao triunfo da Espanha, por 2-1, no jogo que marcou a estreia do selecionador Luis Enrique. Ainda viu um seu jogador no Manchester United marcar um golo (Marcus Rashford) e outro (Luke Shaw) pregar-lhe um susto, quando caiu no relvado após um choque com Carvajal.

Exclusivos

Premium

Leonídio Paulo Ferreira

Nuclear: quem tem, quem deixou de ter e quem quer

Guerrilha comunista na Grécia, bloqueio soviético de Berlim Ocidental ou Guerra da Coreia são alguns dos acontecimentos possíveis para datar o início da Guerra Fria, que alguns até fazem remontar à partilha da Europa em esferas de influência por Churchill e Estaline ainda o nazismo não tinha sido derrotado. Mas talvez 29 de agosto de 1949, faz agora 70 anos, seja a melhor opção, afinal nesse dia a União Soviética fez explodir a sua primeira bomba atómica e o monopólio da arma pelos Estados Unidos desapareceu. Sim, foi o teste em Semipalatinsk que estabeleceu o tal equilíbrio do terror, primeiro atómico e depois nuclear, que obrigou as duas superpotências a desistirem de uma Guerra Quente.