"O importante era vencer. Mais do que qualquer outro objetivo"

José Peseiro feliz por entrar na Liga com três pontos, num jogo que obrigou a reviravolta

"O mais importante era vencer. Mais do que qualquer outro objetivo", sublinhou o técnico leonino na flash-interview após o final da partida em Moreira de Cónegos, que o Sporting venceu por 3-1.

"Sabemos o que valemos e vamos fazer o nosso caminho. O futebol não é o que queremos ainda, mas vencemos e demos um passo em frente para dar mais confiança", acrescentou, reconhecendo que "foi um jogo difícil, com uma entrada em falso, mas reagimos, empatámos e foi um jogo sempre aberto".

"Na segunda parte sofremos um pouco. Não controlámos, mas na parte final lutámos, trabalhámos e tivemos eficácia para marcar dois golos. Ganhámos, era esse o nosso objetivo principal", reforçou.

Peseiro espera que este triunfo contribua para a normalização do contexto leonino. "É uma vitória de todos os sportinguistas e de todos os nossos adeptos. Hoje era preciso mostrar as garras de leão. Ter vontade, ter entrega, porque nós sabemos o que valemos. Sabemos o tempo que nos faltou de preparação. Mostrámos caráter e vontade."

"Esta é a realidade possível neste momento. Não pergunte quanto tempo vai durar. Há jogadores que estiveram cinco dias a treinar connosco. Fomos melhor em termos de eficácia. Temos que pensar dia a dia e jogo a jogo", resumiu.

"Faltou marcar mais do que o Sporting"

Já Ivo Vieira, treinador do Moreirense, disse que "é difícil explicar o que faltou à equipa para conseguir ganhar o jogo". "Arrisco-me a dizer que faltou marcar mais golos do que o Sporting", afirmou.

"A qualidade dos jogadores esteve patente. Não foi perfeito, mas acho que caminhamos para ter mais felicidade num futuro próximo, com esta forma de pensar o jogo. Mesmo contra o Sporting foi um bom teste ver a nossa capacidade", analisou, satisfeito com a exibição do Moreirense.

"Prefiro este jogo assim e ter perdido 3-1, que eu acho que foi injusto, do que defender o jogo todo e perder 1-0, e não fazer nada para ganhar. O Moreirense fez tudo para ganhar. Não ganhou porque o Sporting fez mais golos", concluiu.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Ricardo Paes Mamede

Foi Centeno quem fez descer os juros?

Há dias a agência de notação Standard & Poor's (S&P) subiu o rating de Portugal, levando os juros sobre a dívida pública para os níveis mais baixos de sempre. No mesmo dia, o ministro das Finanças realçava o impacto que as melhorias do rating da República têm vindo a ter nas contas públicas nacionais. A reacção rápida de Centeno teve o propósito óbvio de associar a subida do rating e a descida dos juros às opções de finanças públicas do seu governo. Será justo fazê-lo?