Naomi revelou a Ellen o que lhe disse Serena na noite do US Open

A vencedora do Open dos Estados Unidos em ténis esteve no "The Ellen DeGeneres Show", onde revelou a sua admiração pelo vilão do filme Pantera Negra

Naomi Osaka, vencedora do Open dos Estados Unidos em ténis, foi esta quarta-feira a convidada especial do talk-show da NBC "The Ellen DeGeneres Show", e na conversa com a apresentadora revelou o que lhe disse Serena Williams ao ouvido na noite em que venceu o torneio. A jovem de 20 anos foi ainda questionada sobre qual a celebridade que mais admirava, o que acabou numa situação que a deixou envergonhada.

A jovem de origem japonesa e haitiana, que vive nos Estados Unidos desde pequena, recordou como a polémica da noite de sábado a afetou no momento de receber o troféu. Foi com lágrimas nos olhos e muito barulho da multidão que Osaka "celebrou" a vitória, levando a um abraço de Serena. "Ela disse-me que estava orgulhosa de mim e que não era por minha causa que estavam a apupar. Na altura, eu pensei... que eles estavam a apupar-me. Não conseguia perceber o que se passava, porque estava tanto barulho. Foi um bocado stressante."

A tenista de 20 anos ficou depois visivelmente embaraçada quando Ellen lhe perguntou se tinha uma paixoneta por alguém famoso, mas lá respondeu que não sabia o nome, mas era o "vilão do filme Pantera Negra", ou seja Michael B. Jordan.

A apresentadora perguntou-lhe se queria falar com o ator naquele preciso momento, tendo Naomi respondido com um embaraçado "não", apesar da insistência de Ellen de que lhe iria enviar uma mensagem a dizer que a tenista o queria conhecer.

Não demorou muito tempo até que Michael B. Jordan publicasse um vídeo na conta Twitter de Ellen DeGeneres a dar os parabéns a Naomi Osaka. "Quero enviar os meus parabéns pelo teu grande momento. A tua humildade é um exemplo extraordinário. Continua a trabalhar arduamente", disse.

Em jeito de brincadeira, Ellen perguntou ainda a Naomi onde iria gastar os 3,2 milhões de euros de prémio que ganhou com a vitória na final com Serena Williams. "Talvez dê uma parte aos meus pais", atirou, acrescentando que para ela está a pensar "comprar uma televisão muito grande" para ver o talk-show onde foi convidada especial.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Opinião

Os irados e o PAN

A TVI fez uma reportagem sobre um grupo de nome IRA, Intervenção e Resgate Animal. Retirados alguns erros na peça, como, por exemplo, tomar por sério um vídeo claramente satírico, mostra-se que estamos perante uma organização de justiceiros. Basta, aliás, ir à página deste grupo - que tem 136 000 seguidores - no Facebook para ter a confirmação inequívoca de que é um grupo de gente que despreza a lei e as instituições democráticas e que decidiu fazer aquilo que acha que é justiça pelas suas próprias mãos.

Premium

Margarida Balseiro Lopes

Falta (transparência) de financiamento na ciência

No início de 2018 foi apresentado em Portugal um relatório da OCDE sobre Ensino Superior e a Ciência. No diagnóstico feito à situação portuguesa conclui-se que é imperativa a necessidade de reformar e reorganizar a Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), de aumentar a sua capacidade de gestão estratégica e de afastar o risco de captura de financiamento por áreas ou grupos. Quase um ano depois, relativamente a estas medidas que se impunham, o governo nada fez.