Mihajlovic exige indemnização ao Sporting de 11 milhões de euros

O treinador sérvio exige uma indemnização de cerca de 11 milhões de euros à SAD leonina pela quebra unilateral do contrato, em 27 de junho de 2018.

De acordo com o Relatório e Contas da SAD leonina, enviado hoje à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o técnico que tinha sido contratado pelo então presidente, Bruno de Carvalho, poucos dias antes da sua destituição em Assembleia Geral, em 23 de junho, colocou uma ação contra os leões no Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), em Lausana, na qual pede uma "indemnização no valor de 11.195.198,66 euros, acrescida de juros desde 27 de junho".

"A Sporting SAD entende que deste processo não resultarão impactos materialmente relevantes, suscetíveis de afetar as suas demonstrações financeiras em 30 de junho de 2018", acrescenta o documento.

Porém, a SAD do Sporting alega que a equipa técnica liderada por Sinisa Mihajlovic "não sobreviveu ao período experimental" e que, por isso, decidiu avançar com a contratação da nova equipa técnica liderada por José Peseiro.

Também no Relatório e Contas anual, a SAD leonina dá conta dos pedidos de indemnização pedidos aos jogadores que rescindiram e se vincularam a outros clubes, casos de Rui Patrício (no valor de 54,7 ME), Podence (60,4 ME), Gelson Martins (105,1 ME) e Rafael Leão (390 mil euros), aguardando ainda a definição do futuro de Ruben Ribeiro.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

Estou a torcer por Rio apesar do teimoso Rui

Meu Deus, eu, de esquerda, e só me faltava esta: sofrer pelo PSD... É um problema que se agrava. Antigamente confrontava-me com a fria ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite, e agora vejo a clarividente e humana comentadora Manuela Ferreira Leite... Pacheco Pereira, um herói na cruzada anti-Sócrates, a voz mais clarividente sobre a tragédia da troika passista... tornou-se uma bússola! Quanto não desejei que Rangel tivesse ganho a Passos naquele congresso trágico para o país?!... Pudesse eu escolher para líder a seguir a Rio, apostava tudo em Moreira da Silva ou José Eduardo Martins... O PSD tomou conta dos meus pesadelos! Precisarei de ajuda...?

Premium

arménios na síria

Tempo de fugir de casa para regressar à terra

Em 1915, no Império Otomano, tiveram início os acontecimentos que ficariam conhecidos como o genocídio arménio. Ainda hoje as duas nações continuam de costas voltadas, em grande parte porque a Turquia não reconhece que tenha havido uma matança sistemática. Muitas famílias procuraram então refúgio na Síria. Agora, devido à guerra civil que começou em 2011, os netos daqueles que fugiram voltam a deixar tudo para trás.