Miguel Cardoso põe o Celta de Vigo a vencer fora de casa

O treinador português garante segundo triunfo consecutivo no campeonato e já está no 10.º lugar da classificação

O Celta de Vigo garantiu este sábado a segunda vitória desde que Miguel Cardoso assumiu o comando da equipa há 12 dias. E desta vez foi mesmo longe do Estádio Balaídos, com um categórico 3-2 no campo do Villarreal.

Os galegos chegaram mesmo a ter uma vantagem de três golos, graças a Brais Méndez, Okay Yokuslu e Maxi Gómez, tendo a equipa da casa ameaçado nos minutos finais a vantagem do Celta, uma vez que o colombiano Carlos Bacca bisou aos 83 e aos 87 minutos, deixando tudo em aberto para os instantes finais.

No entanto, a equipa de Miguel Cardoso conseguiu manter a vantagem que significou a segunda vitória do Celta fora de casa esta época na Liga espanhola. A primeira vitória tinha sido alcançada em Valência diante do Levante (2-1) na segunda jornada, no dia 27 de agosto.

Este foi o quarto jogo de Miguel Cardoso desde que assumiu a equipa de Vigo, sendo o segundo triunfo consecutivo para a Liga espanhola, depois de há uma semana ter levado a melhor sobre o Huesca nos Balaídos. Os outros dois jogos saldam-se por derrotas, ambas em San Sebastián, diante da Real Sociedad, a primeira na estreia para o campeonato e a outra na última quarta-feira que ditou o adeus dos galegos à Taça do Rei.

Com este triunfo, o Celta de Vigo subiu ao 10.º lugar da Liga espanhola com 20 pontos.

Noutro jogo deste sábado, o Sevilha perdeu a oportunidade de se isolar de forma provisória na liderança ao conceder um empate 1-1 em Valência já em período de tempo extra. Os sevilhistas, com André Silva no onze, abriram o marcador aos 55 minutos através de Pedro Sarabia, mas aos 90'+2 Diakhaby fez o empate para os valencianos que contaram com Gonçalo Guedes até aos 62 minutos.

Jogos da 15.ª jornada:

Leganés-Getafe, 1-1
Atlético de Madrid-Alavés, 3-0
Valência-Sevilha, 1-1
Villarreal-Celta de Vigo, 2-3
Espanyol-Barcelona, às 19.45 horas

Este domingo
Eibar-Levante
Huesca-Real Madrid
Real Sociedad-Valladolid
Betis-Rayo Vallecano

Esta segunda-feira
Athletic Bilbau-Girona

Confira aqui a classificação da Liga espanhola

Ler mais

Exclusivos

Premium

Henrique Burnay

Falem do futuro

O euro, o Erasmus, a paz. De cada vez que alguém quer defender a importância da Europa, aparece esta trilogia. Poder atravessar a fronteira sem trocar de moeda, ter a oportunidade de passar seis meses a estudar no estrangeiro (há muito que já não é só na União Europeia) e - para os que ainda se lembram de que houve guerras - a memória de que vivemos o mais longo período sem conflitos no continente europeu. Normalmente dizem isto e esperam que seja suficiente para que a plateia reconheça a maravilha da construção europeia e, caso não esteja já convertida, se renda ao projeto europeu. Se estes argumentos não chegam, conforme o país, invocam os fundos europeus e as autoestradas, a expansão do mercado interno ou a democracia. E pronto, já está.