Maya Gabeira no Guinness com onda surfada na Nazaré

A brasileira de 31 anos surfou uma onda de mais de 20 metros (estimada oficialmente em 68 pés/20,72m) em janeiro.

Maya Gabeira está no Guinness Book, o livro dos recordes mundiais, com a maior onda alguma vez surfada por uma mulher. A brasileira de 31 anos surfou uma onda de mais de 20 metros (estimativa oficial de 68 pés/20,72m) em janeiro deste ano, em Nazaré, Portugal.

"Estabelecer o recorde mundial é um sonho meu há muitos anos. Mas, claro, após o acidente em Nazaré, em 2013, parecia um sonho muito distante. Demorou muito para ter uma temporada como a do ano passado, para estar 100% de novo, e completá-lo com um título no Guinness Book é muito especial", disse a surfista brasileira.

Maya é uma presença assídua entre as ondas da Nazaré e foi lá que entrou para a história do surf mundial. "Sonho realizado", escreveu nas redes sociais a surfista que há cinco anos sofreu um grave acidente na praia portuguesa. Em 2013 Maya ficou submersa e teve de ser resgatada do mar. Com uma determinação inabalável, voltou ao mar da Norte pegou uma "montanha de água" e bater o recorde mundial feminino.

"Tem sido uma viagem e tanto. Mas posso dizer, honestamente, que em 2013, quando cheguei à Nazaré, a minha vida mudou como nunca antes. Claro, houve um acidente, ferimentos e assim por diante. Mas também me mudei para Nazaré estar mais perto da onda, dediquei a maior parte do meu tempo ao local e tive anos para me concentrar na melhoria, na segurança e em estar perto das melhores pessoas para chegar onde queria estar", confessou a brasileira de 31 anos.

Veja aqui a onda:

Ler mais

Exclusivos

Premium

Brexit

"Não penso que Theresa May seja uma mulher muito confiável"

O diretor do gabinete em Bruxelas do think tank Open Europe afirma ao DN que a União Europeia não deve fechar a porta das negociações com o Reino Unido, mas considera que, para tal, Theresa May precisa de ser "mais clara". Vê a possibilidade de travar o Brexit como algo muito remoto, de "hipóteses muito reduzidas", dependente de muitos fatores difíceis de conjugar.