Marido de Serena quebra o silêncio: "Cartoon racista e misógino"

Alexis Ohanian visou o cartoon desenhado por Mark Knight, do Herald Sun. "Estou verdadeiramente perplexo", confessou esta quinta-feira no Twitter

O marido de Serena Williams, Alexis Ohanian, quebrou esta quinta-feira o silêncio acerca da polémica que envolveu a mulher na final do US Open e do controverso cartoon que se seguiu por parte de um cartoonista do Herald Sun, Mark Knight.

"Estou verdadeiramente perplexo por saber que este editor do jornal australiano que está por trás do cartoon ostensivamente racista e misógino da minha mulher é um 'Campeão Masculino de Mudança'. Isto também deveria ser uma sátira?", publicou Ohanian, 35 anos, no Twitter, juntando ao texto a hiperligação do perfil de Damon Johnston, que defendeu o cartoon e o cartoonista das críticas.

Na caixa de comentários do tweet, vários utilizadores da rede social mostraram o seu apoio ao casal, embora outros também tenham criticado a atitude de Serena para com o árbitro português Carlos Ramos.

Exclusivos

Premium

Betinho

Betinho: "NBA? Havia campos que tinham baldes para os jogadores vomitarem"

Nasceu em Cabo Verde (a 2 de maio de 1985), país que deixou aos 16 anos para jogar basquetebol no Barreirense. O talento levou-o até bem perto da NBA, mas foi em Espanha, Andorra e Itália que fez carreira antes de regressar ao Benfica para "festejar no fim". Internacional português desde os Sub-20, disse adeus à seleção há apenas uns meses, para se concentrar na carreira. Tem 34 anos e quer jogar mais três ou quatro ao mais alto nível.