Marega foi reintegrado nos treinos do FC Porto

O avançado maliano estava afastado do plantel desde a véspera da Supertaça

Moussa Marega foi esta quarta-feira reintegrado nos trabalhos do plantel principal do FC Porto, às ordens do treinador Sérgio Conceição. Foram 19 dias que o internacional maliano esteve afastado do grupo de trabalho, alegadamente por querer ser transferido.

Foi na véspera da Supertaça diante do Desp. Aves que o avançado começou a trabalhar à parte, sendo que na altura havia o interesse dos ingleses do West Ham na sua contratação. Neste momento estará colocada de parte a possibilidade de Marega deixar o FC Porto, razão pela qual volta a entrar nas contas de Sérgio Conceição, que já o poderá utilizar no próximo jogo da Liga, no sábado no Dragão, frente ao V. Guimarães.

Com a reintegração de Marega, as baixas no plantel portista limitam-se agora aos lesionados Diogo Costa, Mbemba, Danilo Pereira e Soares.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Henrique Burnay

Discretamente, sem ninguém ver

Enquanto nos Estados Unidos se discute se o candidato a juiz do Supremo Tribunal de Justiça americano tentou, ou não, há 36 anos abusar, ou mesmo violar, uma colega (quando tinham 17 e 15 anos), para além de tudo o que Kavanauhg pensa, pensou, já disse ou escreveu sobre o que quer que seja, em Portugal ninguém desconfia quem seja, o que pensa ou o que pretende fazer a senhora nomeada procuradora-geral da República, na noite de quinta-feira passada. Enquanto lá se esmiúça, por cá elogia-se (quem elogia) que o primeiro-ministro e o Presidente da República tenham muito discretamente combinado entre si e apanhado toda a gente de surpresa. Aliás, o apanhar toda a gente de surpresa deu, até, direito a que se recordasse como havia aqui genialidade tática. E os jornais que garantiram ter boas fontes a informar que ia ser outra coisa pedem desculpa mas não dizem se enganaram ou foram enganados. A diferença entre lá e cá é monumental.