Maradona ameaça contar tudo o que sabe sobre a FIFA

O ex-jogador argentino sempre foi muito crítico em relação ao modo de funcionamento da FIFA e diz que com Infantino nada mudou relativamente aos tempos de Joseph Blatter.

O antigo futebolista Diego Maradona, treinador dos Dorados de Sinaloa, do México, disse esta quinta-feira que nada mudou na FIFA depois da saída de Joseph Blatter e ameaçou contar tudo o que sabe sobre o atual funcionamento do organismo que rege o futebol internacional.

"Disse a Gianni Infantino [presidente da FIFA] que renunciava à função de capitão da equipa das lendas, porque desde que saíram Joseph Blatter e Julio Grondona nada mudou na FIFA.(...) Agora sim, vou começar a dizer as coisas que sei da nova FIFA", afirmou Maradona, após a derrota do seu clube frente ao Zacatepec , por 1-0.

O antigo futebolista argentino deixou também uma mensagem ao croata Zvonimir Boban, secretário-geral adjunto da FIFA, por um suposto mal-entendido ocorrido há uns meses, hum hotel onde estavam hospedados os jogadores da equipa de lendas. "Quero dizer a Boban, que é parte da FIFA e aceita estas coisas, se ele se quer fazer 'bonito' vamos para um ringue. Ele é um enviado do Infantino. Não sou um miúdo de 20 anos, tenho 58 e estas coisas magoam-me, porque eu acreditava nas pessoas e agora não confio mais", rematou Maradona.

Exclusivos