Jogador de Mourinho regressa aos convocados da seleção inglesa

O lateral esquerdo Luke Shaw, em destaque no Manchester United, regressou esta quinta-feira aos convocados do selecionador inglês Gareth Southgate, para os jogos com Espanha, da Liga das Nações, e o particular com a Suíça.

O regresso do lateral esquerdo Luke Shaw após uma ausência de 18 meses, constitui a principal novidade dos eleitos de Southgate, que operou mais quatro alterações em relação aos convocados para o Mundial 2018.

Além de Luke Shaw, o selecionador convocou ainda quatro jogadores que não estiveram na Rússia, nomeadamente Joe Gomez e Adam Lallana (Liverpool), James Tarkowski (Burney) e Alex McCarthy (Southampton).

"Viemos de um verão bem-sucedido e temos uma boa base para prosseguir o trabalho. Acho importante dar continuidade à equipa e os jogadores que estiveram no Mundial têm o direito de estar aqui novamente", referiu Southgate.

O jogador de José Mourinho nos red devils despertou a atenção do selecionador Gareth Southgate no onze do Manchester United, no arranque da Premier League, e foi recompensado com um lugar entre 18 dos 23 jogadores que levaram a Inglaterra às meias-finais, na Rússia.

A Inglaterra recebe a Espanha a 8 de setembro, para a Liga das Nações, e defronta a Suíça, três dias depois, num encontro particular.

Ler mais

Exclusivos

Premium

DN Life

DN Life. «Não se trata o cancro ou as bactérias só com a mente. Eles estão a borrifar-se para o placebo»

O efeito placebo continua a gerar discussão entre a comunidade científica e médica. Um novo estudo sugere que há traços de personalidade mais suscetíveis de reagir com sucesso ao referido efeito. O reumatologista José António Pereira da Silva discorda da necessidade de definir personalidades favoráveis ao placebo e vai mais longe ao afirmar que "não há qualquer hipótese ética de usar o efeito placebo abertamente".