Lista de Rui Jorge Rego fez convite a antigo olheiro do Benfica

José Boto, que há menos de um ano trocou a Luz pelo Shakhtar, tem proposta do Sporting, caso a lista E ganhe as eleições

Rui Jorge Rego, candidato da lista E às eleições do Sporting, anunciou esta terça-feira ter feito um convite ao antigo olheiro do Benfica, José Boto, que há menos de um ano trocou a Luz pelos ucranianos do Shakhtar Donetsk, clube treinado por Paulo Fonseca.

O anúncio foi feito por Paulo Lopo, que será o presidente da SAD leonina, no caso de Rego ser eleito presidente. "O Sporting não está bem servido no scouting e, como tal, fiz um convite pessoal ao José Boto para que venha trabalhar para connosco se ganharmos as eleições, pois trata-se de uma referência a nivel internacional e trabalhou vários anos na nossa concorrência, com trabalho que é visivel para todos", explicou.

Outra das vertentes que Paulo Lopo disse ser importante melhorar é o trabalho na formação: "Tem havido um desinvestimento na academia e isso tem-se refletido, somos apologistas de um rendimento maior da academia."

Em conferência de imprensa, Rui Jorge Rego apresentou as "parcerias estratégicas", com "novos modelos de negócio para a contratação de jogadores de nível mundial". E para isso conta com o empresário brasileiro Júlio Brant, com quem a lista E fez uma parceria para a injeção de 120 milhões de euros, que tem como objetivo a "expasão da marca" e "a contratação de estrelas mundiais".

"Este é um projeto internacional, uma plataforma global de futebol, que une as principais forças do futebol do mundo. É um intercambio entre Portugal, Brasil e China. O Brasil por ser uma base de formação de jogadores, Portugal por ter atualmente os melhores profissionais técnicos do mundo e China por ser um mercado que nós identificamos como importante no desenvolvimento, acesso a capitais e a um novo mercado e de futuro. Esta plataforma vai além da simples troca de jogadores, abrange as áreas de marketing, merchandising, de promoção de futebol e união de dois países muito próximos", explicou Júlio Brant, garantindo que os investimento se destina a "investir na formação e em infraestruturas da academia, mas também em jogadores no curto prazo".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).