Liga Revelação: Benfica e Sporting ganham em jogos agitados

Encarnados perdiam em Braga ao intervalo mas venceram por 4-1, leões bateram V. Setúbal no Bonfim por... 5-4

Arrancou a Liga Revelação, prova para jogadores sub-23 e o melhor que se pode dizer é que houve espetáculo nesta primeira jornada.

O Sporting foi ao Bonfim defrontar o V. Setúbal e aos 13 minutos já vencia com golos de Leonardo Ruiz e Mitrovski mas antes do intervalo Allef Rodrigues marcou para os sadinos. No recomeço deu-se uma perfeita loucura. Leonardo Ruiz ampliou para o Sporting aos 50', mas os locais empataram com tentos de Canadas e Allef aos 54' e 63'. O Sporting voltou a distanciar-se com mais dois golos - Marco Túlio e Leonardo Ruiz - contudo, Allef fez o 4-5 aos 82 minutos o que deixou o jogo num estado de perfeita incerteza até final.

Em Braga o Benfica ganhou devido a uma segunda parte de grande acriz ofensivo. Ao intervalo os bracarenses até venciam devido a um tento de Moura mas nos segundos 45 minutos Edi Semedo, Barrero e Vinicius, três homens que saíram do banco, resolveram o jogo para o clube da Luz.


Resultados 1.ª jornada

Marítimo - Vitória de Guimarães, 3-2

Vitória de Setúbal - Sporting, 4-5

Feirense - Rio Ave, 0-1

Sp. Braga - Benfica, 1-3

Belenenses - Cova da Piedade, 2-1

Estoril - Portimonense, 3-1

Desp. Aves - Académica, domingo (17.00)

Ler mais

Exclusivos

Premium

Pedro Lains

O Banco de Portugal está preso a uma história que tem de reconhecer para mudar

Tem custado ao Banco de Portugal adaptar-se ao quadro institucional decorrente da criação do euro. A melhor prova disso é a fraca capacidade de intervir no ordenamento do sistema bancário nacional. As necessárias decisões acontecem quase sempre tarde, de forma pouco consistente e com escasso escrutínio público. Como se pode alterar esta situação, dentro dos limites impostos pelas regras da zona euro, em que os bancos centrais nacionais respondem sobretudo ao BCE? A resposta é difícil, mas ajuda compreender e reconhecer melhor o problema.