Líder "significativo e perigoso" da claque do Boca Juniors deportado de Espanha

Maxi Mazzaro tem vários antecedentes criminais e foi detetado pela polícia espanhola. Madrid recebe no domingo a polémica segunda mão da final da Libertadores entre o River Plate e o Boca Juniors

A polícia espanhola deportou esta quinta-feira de Madrid Maxi Mazzaro, um dos líderes da claque do Boca Juniors, que foi detetado em Espanha para assistir à segunda mão da final da Taça Libertadores em futebol com o River Plate.

Maxi Mazzaro, considerado pelo dispositivo montado para garantir a segurança do jogo com um dos adeptos mais "significativos e perigosos", com vários antecedentes criminais, encontra-se agora de volta à Argentina.

O River Plate e o Boca Juniors, rivais históricos argentinos, disputam este domingo a segunda mão da final da Taça Libertadores, na capital espanhola, que foi adiada devido ao ataque ao autocarro do Boca Juniors por parte dos adeptos rivais.

Na primeira mão, disputada no La Bombonera, casa do Boca, registou-se um empate 2-2.

Ler mais

Exclusivos