Lewis Hamilton vence na Hungria e reforça liderança

Britânico tem agora 24 pontos de vantagem em relação a Vettel, que foi segundo classificado

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) reforçou este domingo a liderança do Mundial de Fórmula 1, ao vencer o Grande Prémio da Hungria, aumentando para 24 pontos a vantagem sobre o alemão Sebastian Vettel (Ferrari), que terminou na segunda posição.

Na 12.ª prova do campeonato, o quatro vezes campeão do mundo e detentor do título partiu da 'pole position' e concluiu as 70 voltas ao circuito de Hungaroring, em 01:36.16,427 horas, menos 17,123 segundos do que Vettel, também tetracampeão mundial.

O finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari) terminou na terceira posição, a 20,101 segundos do britânico.

Após a quarta vitória do ano e a 66.ª da carreira, Hamilton soma 213 pontos na classificação de pilotos, mais 24 do que Vettel.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Daniel Deusdado

"Petróleo, não!" Nesta semana já estivemos perto

1. Uma coisa é termos uma vaga ideia de quão estupidamente dependemos dos combustíveis fósseis. Outra, vivê-la em concreto. Obrigado aos grevistas. A memória perdida sobre o "petróleo" voltou. Ficou a nu que temos de fugir dos senhores feudais do Médio Oriente, das oligopolísticas, campanhas energéticas com preços afinados ao milésimo de euro e, finalmente, deste tipo de sindicatos e associações patronais com um poder absolutamente desproporcionado.