Juventus apresenta Ronaldo à porta fechada

Decisão tem a ver com dificuldades práticas na concretização de uma cerimónia à medida do evento. Eventual contestação dos funcionários da FIAT pode estar na base da decisão. Haverá apenas uma conferência de imprensa

Segunda-feira será o primeiro dia de facto de Cristiano Ronaldo na Juventus. O português vai submeter-se a exames médicos complementares e depois surgirá em conferência de imprensa vedada aos adeptos da campeã italiana nos últimos sete anos, garante a Gazzetta D'ello Sport.

Fica assim suspensa a mega apresentação que a Juventus estava a preparar, com contornos hollywoodescos. Problemas logísticos, capaz de erguer uma cerimónia estratosférica de acordo com os desejos da Juventus e problemas de segurança levaram a uma decisão extrema.

Há, no entanto, outro motivo a levar a esta decisão, pelo menos é o que se especula em Turim, e terá a ver com a greve decretada pelos funcionários da FIAT em plena apresentação de Ronaldo. Para evitar uma situação constrangedora, a Juventus optou por uma simples conferência de imprensa e depois uma aparição no relvado para as fotografias da praxe.

Ler mais

Exclusivos