José Peseiro: "Fui eu que decidi que Nani vai ser titular e ser capitão"

Treinador do Sporting confirmou regresso do extremo que ficou de fora do jogo com o Marítimo, devido a opção. Jogo com o Poltava, da segunda ronda da Liga Europa, é quinta-feira às 17.55 (SIC).

Nani vai voltar à equipa, amanhã, quinta-feira, no jogo com o Vorskla Poltava, da segunda jornada do grupo E da Liga Europa."Já falei sobre o tema. Tudo o que foi decidido até agora fui eu que decidi e amanhã vai jogar e ser capitão", atirou José Peseiro na conferência de imprensa de antevisão do jogo na Ucrânia.

O extremo ficou de fora da receção ao Marítimo (2-0), para o campeonato, depois da má reação à substituição em Braga, que Peseiro criticou publicamente, na altura: "Obviamente que há regras. Trabalhamos em função do que é importante para a equipa, as regras e o cumprimento delas."

Quanto ao jogo, o treinador leonino antevê dificuldades e lembrou os jogos dos ucranianos frente ao Arsenal e ainda o Zorya e o Sp. Braga: "Claro que fazer uma segunda vitória seria importante para passarmos a fase de grupo. Para isso é preciso fazer um bom jogo. Conhecemos o Vorskla. Temos uma análise àquilo que eles tem feito, sobretudo o que são resultados. Uma equipa que faz dois golos ao Arsenal em Londres tem que ter qualidade. Uma equipa que eliminou o Zorya e que eliminou o Sp. Braga não pode ser uma equipa sem qualidade."

José Peseiro alertou ainda para a forma como os ucranianos encaram os jogos."O que sabemos é que é uma equipa que tem uma característica de jogo própria do contexto geográfico, do tipo de futebol que realizam. Uma equipa agressiva nos duelos e jogo aéreo. Uma equipa que dá tudo. Para fazer a diferença temos que ter mais bola e iniciativa", concluiu.

Os conselhos de Petrovic

Peseiro anunciou ainda que Petrovic também vai jogar de início. O médio até já jogou na Ucrânia e deixou o aviso para o encontro de quinta-feira para a Liga Europa: "O Vorskla e outras equipas ucranianas tem uma mentalidade especifica. Jogam sempre muito forte, com disciplina e contra estas equipas não é fácil jogar. Para eles não interessa contra quem jogam, é sempre igual e por isso precisamos de ter atitude e uma boa entrada no jogo."

No entanto, "se quiser ganhar", o o Sporting tiver "a mesma atitude do jogo com o Marítimo": "Precisamos de ter atitude. A Liga Europa é uma competição onde todos queremos ganhar."

Vasyl Sachko: "É um jogo histórico para nós, o Sporting é conhecido por toda a Europa"

O treinador do Vorskla Poltava, Vasyl Sachko, acredita que o jogo com o Sporting será um dos mais importantes da história do clube ucraniano. "O Sporting é favorito. Todos nós conhecemos a grandeza que têm, é um clube reconhecido por toda a Europa. É um jogo histórico para nós. Mas vamos tentar ao máximo vencer. Estou à espera de um jogo muito difícil. Analisámos muito bem o Sporting e até estudei a biografia do treinador. Sabemos que amanhã vamos ter muitas dificuldades", analisou Sachko, de 43 anos.

As ausências dos leões não terão muito impacto."Não vamos jogar contra um jogador, mas sim contra a equipa toda do Sporting. Mathieu e Bas Dost serão substituídos por jogadores do mesmo nível. Quer eles jogassem, ou não, seria difícil para nós de qualquer forma Vamos tentar fazer o melhor possível", vincou o treinador, que também está privado do seu jogador mais influente, Aleksandr Kobakhidze, por lesão: "Mesmo sem o nosso líder, estamos preparados. Os jogadores do Vorskla têm amanhã a possibilidade de fazer o melhor jogo da carreira deles. Aceitamos o empate, mas queremos ganhar. Preparámos os jogadores para isso."

Exclusivos