Jonas no treino do Benfica antes do Bayern

Brasileiro mostrou-se, aparentemente em pleno, nos 15 minutos abertos à comunicação social. Fejsa e Grimaldo também parecem aptos a defrontar os bávaros. Krovinovic treinou integrado. Ferreyra ausente.

Pelo que foi dado ver no treino matina do Benfica realizado nesta terça-feira, Jonas parece estar completamente apto para a receção ao Bayern Munique. Recorde-se que o avançado brasileiro ainda não efetuou qualquer minuto a nível oficial esta temporada devido a lesão.

É verdade que os jornalistas só viram o treino nos 15 minutos iniciais, mas Jonas pareceu em pleno, tal como Fejsa e Grimaldo, que falharam o jogo com o Rio Ave, do último sábado, devido a problemas físicos.

Krovinovic, cujo regresso está agendado para o próximo mês, já treinou integrado. Realce para a ausência de Facundo Ferreyra, que ficou no ginásio e, dificilmente, será opção para o jogo com o campeão alemão, agendado para esta quarta-feira (20.00) na Luz.

Exclusivos

Premium

Leonídio Paulo Ferreira

Nuclear: quem tem, quem deixou de ter e quem quer

Guerrilha comunista na Grécia, bloqueio soviético de Berlim Ocidental ou Guerra da Coreia são alguns dos acontecimentos possíveis para datar o início da Guerra Fria, que alguns até fazem remontar à partilha da Europa em esferas de influência por Churchill e Estaline ainda o nazismo não tinha sido derrotado. Mas talvez 29 de agosto de 1949, faz agora 70 anos, seja a melhor opção, afinal nesse dia a União Soviética fez explodir a sua primeira bomba atómica e o monopólio da arma pelos Estados Unidos desapareceu. Sim, foi o teste em Semipalatinsk que estabeleceu o tal equilíbrio do terror, primeiro atómico e depois nuclear, que obrigou as duas superpotências a desistirem de uma Guerra Quente.