Já se aceitam apostas sobre o primeiro golo de Ronaldo na Juventus

Transferência ainda não foi consumada, mas já há casas de apostas a projetar os golos do português em Itália

Cristiano Ronaldo na Juventus é um cenário que já vai sendo antecipado pelo universo do futebol, mesmo que a transferência tenha conhecido alguma resistência do Real Madrid nas últimas horas, com o clube espanhol a querer que seja o jogador português a assumir a vontade de sair.

Ainda assim, em Itália já se vai projetando o que pode ser a performance do avançado com a camisola da Juventus e há casas de apostas a aceitar palpites sobre qual será o primeiro golo de Cristiano Ronaldo ou quantos golos ele fará na Serie A italiana.

Na snai.it, a aposta faz-se quanto ao total de golos no campeonato: conseguirá CR7 marcar mais ou menos de 28,5 golos? Qualquer das hipóteses (sim ou não) vale nesta altura 1.85 euros por cada apostado.

Já na eurobet.it, há um total de 13 mercados disponíveis para apostas sobre Ronaldo. Se marcará na primeira jornada da Seria A (quota de 1.40), se o fará na primeira parte do jogo (2.65), quiçá até nos primeiros 15 minutos (10.00). Mais: será Cristiano Ronaldo o marcador do primeiro golo da Serie A 2018/19 (2.75)? Verá um amarelo (4.00)? Será expulso (41.00)? Marcará um golo de livre direto (10.00)?

Mesmo sem estar ainda confirmada a sua chegada, o calcio vai alimentando o entusiasmo em redor de Cristiano Ronaldo.

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.