Hamilton vence Grande Prémio de Itália e aumenta vantagem no Mundial

O piloto britânico da Mercedes tem agora 30 pontos de vantagem sobre Sebastian Vettel (Ferrari)

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu este domingo o Grande Prémio de Itália de Fórmula 1, em Monza, e aumentou a sua vantagem na liderança do campeonato do mundo, após 14 provas.

Hamilton, campeão do mundo em 2008, 2014, 2015 e 2017, cumpriu as 53 voltas ao circuito italiano em 1:16.54,484 horas, à frente dos finlandeses Kimi Raikkonen (Ferrari), que partiu da pole position, e Valtteri Bottas (Mercedes), segundo e terceiro classificados, a 8,705 e 14,066 segundos, respetivamente.

Com o sexto triunfo no ano e quinto em Monza, o britânico, que arrancou da terceira posição da grelha de partida, soma 256 pontos, mais 30 do que o alemão Sebastian Vettel (Ferrari), que terminou no quarto lugar, depois de ter sido relegado para a 18.ª posição na primeira volta na sequência de um toque com Hamilton.

Na classificação de construtores, a Mercedes lidera com 415 pontos, seguida da Ferrari, que conta 390, e da Red Bull, com 248.

Veja aqui a classificação do Mundial de pilotos de Fórmula 1

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Borges

"Likai-vos" uns aos outros

Quem nunca assistiu, num restaurante, por exemplo, a esta cena de estátuas: o pai a dedar num smartphone, a mãe a dedar noutro smartphone e cada um dos filhos pequenos a fazer o mesmo, eventualmente até a mandar mensagens uns aos outros? É nisto que estamos... Por isso, fiquei muito contente quando, há dias, num jantar em casa de um casal amigo, reparei que, à mesa, está proibido o dedar, porque aí não há telemóvel; às refeições, os miúdos adolescentes falam e contam histórias e estórias, e desabafam, e os pais riem-se com eles, e vão dizendo o que pode ser sumamente útil para a vida de todos... Se há visitas de outros miúdos, são avisados... de que ali os telemóveis ficam à distância...