Gedson, Sérgio Oliveira, Pedro Mendes e Cláudio Ramos em estreia pela seleção

Fernando Santos anunciou esta sexta-feira os convocados para os jogos com a Croácia (6 de setembro, 19.45, Estádio Algarve) e Itália (10 de setembro, 19.45, Luz)

As chamadas do guarda-redes Cláudio Ramos, do central Pedro Mendes e dos médios Gedson Fernandes e Sérgio Oliveira, que ainda não somaram qualquer internacionalização pela seleção nacional, são as principais novidades na lista de Fernando Santos para os jogos com a Croácia (6 de setembro, 19.45, Estádio Algarve) e Itália (10 de setembro, 19.45, Luz).

Cristiano Ronaldo ficou de fora da convocatória, que contempla os regressos de João Cancelo, Neto, Rúben Neves, Rony Lopes, Pizzi, Renato Sanches e Bruma, que falharam o Campeonato do Mundo.

"Vamos centrar-nos na fase de apuramento para o Euro 2020 a partir de março. Não vamos olhar para a Liga das Nações como uma prova que nos dê a qualificação para o Europeu", afirmou Fernando Santos, em conferência de imprensa.

"Acho que todas as equipas que participam na Liga das Nações vão querer sair vencedoras", acrescentou.

"Que eu saiba, ninguém se autoexclui da seleção", vincou Fernando Santos, quando questionado sobre as várias ausências de jogadores que estiveram no Mundial 2018.

Um dos estreantes, Pedro Mendes, rejubilou pela convocatória: "Muito feliz por fazer parte desta convocatória! Obrigado a todos aqueles que fazem parte do meu quotidiano permitindo-me evoluir e ajudar a realizar este sonho."

Os 24 convocados

Guarda-redes:

Beto (Goztepe)

Rui Patrício (Wolverhampton)

Cláudio Ramos (Tondela)

Defesas:

Cédric (Southampton)

Mário Rui (Nápoles)

Pepe (Besiktas)

Raphaël Guerreiro (Borussia Dortmund)

Rúben Dias (Benfica)

João Cancelo (Juventus)

Neto (Zenit)

Pedro Mendes (Montpellier)

Médios:

Bruno Fernandes (Sporting)

Gedson Fernandes (Benfica)

William Carvalho (Betis)

Pizzi (Benfica)

Rúben Neves (Wolverhampton)

Sérgio Oliveira (FC Porto)

Rony Lopes (Mónaco)

Renato Sanches (Bayern)

Avançados:

André Silva (Sevilha)

Bernardo Silva (Manchester City)

Gelson Martins (Atlético Madrid)

Gonçalo Guedes (Valencia)

Bruma (Leipzig)

Ler mais

Exclusivos

Premium

DN Life

DN Life. «Não se trata o cancro ou as bactérias só com a mente. Eles estão a borrifar-se para o placebo»

O efeito placebo continua a gerar discussão entre a comunidade científica e médica. Um novo estudo sugere que há traços de personalidade mais suscetíveis de reagir com sucesso ao referido efeito. O reumatologista José António Pereira da Silva discorda da necessidade de definir personalidades favoráveis ao placebo e vai mais longe ao afirmar que "não há qualquer hipótese ética de usar o efeito placebo abertamente".