Futebolistas ingleses boicotam redes sociais para protestarem contra o racismo

Boicote vai durar entre as 9:00 desta sexta-feira e as 9:00 de sábado.

Os futebolistas profissionais que jogam em Inglaterra organizam hoje e no sábado um boicote de 24 horas às redes sociais, sob o lema #Enough [Basta], com o objetivo de protestarem contra o racismo.

"Vamos enviar uma mensagem a todos os que insultem os futebolistas, quer seja no estádio, quer seja através da Internet. Não vamos permitir isso", afirmou Troy Deeney, jogador do Watford, um dos impulsionadores da iniciativa, juntamente com Chris Smalling, defesa do Manchester United.

A Associação de Futebolistas Profissionais (PFA) inglesa apoiou a iniciativa, que decorre entre as 09:00 de hoje e as 09:00 de sábado, considerando-a "uma chamada de atenção para a importância da luta contra o racismo".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".