Frederico Varandas confirma Rogério Alves na sua lista às eleições do Sporting

Candidato revelou nome do advogado e de Miguel Albuquerque como elementos da sua lista candidata aos órgãos sociais do Sporting em visita ao Museu do clube em Leiria

Frederico Varandas confirmou os nomes de Rogério Alves e Miguel Albuquerque como elementos da sua lista candidata aos órgãos sociais do emblema de Alvalade, durante a visita deste sábado ao Museu do Sporting em Leiria.

"O programa está feito, a equipa também. Na próxima semana vamos ter vários lançamentos, estejam atentos. São dois nomes fortes, que respiram Sporting. Miguel Albuquerque é um vencedor, um profissional, uma grande mais-valia para o Sporting", afirmou o candidato à presidência, acompanhado da glória leonina Hilário da Conceição, em declarações reproduzidas pelo Record.

"Acredito no meu projeto, é um projeto muito forte, para ganhar, para trazer de volta ao clube os valores do Sporting. É muito importante que possamos voltar a ter dignidade, andar de cabeça de levantada, e ganhar", acrescentou, prometendo preservar o que de melhor foi feito por Bruno de Carvalho: "Gosto de lembrar o que foi bem feito e houve coisas muito bem feitas que temos de preservar. Eu sou Sporting, este museu arrepia. O Sporting é mais que futebol, muito mais que um simples clube. É um clube muito especial. Vou pegar no Sporting se os sportinguistas assim o entenderem, vou melhorar o que foi feito assim como um dia virá alguém ainda melhor que eu para continuar esse caminho. Só assim o Sporting cresce."

Frederico Varandas assegurou ainda uma equipa "muito competente" para fazer face à "situação financeira" do clube e abordou a candidatura de Dias Ferreira: "É um grande sportinguista, que entendeu ter condições para se candidatar. Se hoje há processo eleitoral e tantos candidatos, é porque houve uma assembleia destituitiva, na qual 71 por cento votou a favor da saída de Bruno de Carvalho. Orgulho-me muito de ter dado a cara e de ter contribuído para essa destituição."

"Ranieri? Tremendo erro"

Questionado sobre a escolha de Claudio Ranieri para a candidatura de Pedro Madeira Rodrigues, Frederico Varandas reprovou. "Acho que o Sporting precisa de um presidente que perceba de futebol. Avaliando o nome que Madeira Rodrigues apresentou, avaliando o momento em que o fez, só posso concluir que é um tremendo erro"", atirou, voltando a frisar que José Peseiro é o seu treinador. "Já disse que o treinador está escolhido pela Comissão de Gestão. Vai ter dois meses de trabalho, entre os quais um mês de campanha eleitoral com quatro jogos para disputar. Este treinador tem de ser apoiado, o Sporting tem de vencer. Peseiro é o meu treinador! As pessoas têm de entender que 8 de setembro não é 8 de junho. Há que ter bom senso e há que perceber de futebol", aditou.

Ler mais

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".