Fernando Santos: "Nenhuma equipa pode dizer que não quer Ronaldo"

Fernando Santos fez esta sexta-feira em conferência de imprensa a antevisão do jogo com a Itália, agendado para este sábado (19.45) em Milão

Fernando Santos disse esperar uma Itália diferente daquela que há dois meses se apresentou no Estádio da Luz, tanto no nome dos jogadores como no modelo de jogo, que agora é mais de "posse de bola e ataque organizado". Sem confundir questões religiosas com a preparação do encontro, diz que só tem fé em Deus, quando questionado sobre se tinha fé em quebrar o enguiço em solo italiano, onde Portugal nunca ganhou. O selecionador nacional abordou ainda a ausência de Cristiano Ronaldo, desejando que o avançado da Juventus "ganhe a próxima Bola de Ouro"

O que esperar de Itália? "Tudo o que fizemos esta semana foi focado na Itália. Vai ser um grande jogo, entre duas equipas fortíssimas. Esta forma de jogar da Itália não é a mesma que se apresentou em Lisboa há dois meses. Dos que jogaram em Lisboa, só Donnarumma, Jorginho e Chiesa deverão voltar a jogar de início. Temos grande respeito pela Itália, um dos grandes pilares mundiais do futebol."

Itália diferente da de há dois meses? "Itália é uma equipa de posse de bola e ataque organizado, não tanto de contra-ataque como se apresentou no Estádio da Luz. Também somos uma equipa que gosta de ter bola e vamos tentar desorganizar o adversário. Quando tivermos bola, teremos de ser incisivos e causar dificuldades à seleção italiana. São duas equipas semelhantes."

Fé em ganhar em Itália? "Tenho fé é em Deus. Vamos jogar com um adversário de enormíssima qualidade e vamos tentar sair com a vitória."

Enguiço? "O foco do jogo é o que o adversário faz e a dimensão tática e estratégica do jogo."

João Mário? "É um jogador importante na seleção portuguesa, que tem estado quase sempre na seleção. Teve um período em que isso não aconteceu porque não era utilizado no clube. Mas agora tem participado nos jogos e tem ritmo competitivo."

Seleção não tão dependente de Cristiano Ronaldo? "Nenhuma equipa pode dizer que não quer ter Cristiano Ronaldo. É o melhor jogador do mundo. Que ganhe a próxima Bola de Ouro. Temos um grupo muito convicto naquilo que é o 'nós'. Sabemos da nossa capacidade e sempre grande respeito do adversário."

Raphaël Guerreiro? "Hoje [sexta-feira] em princípio irá treinar."

William: "Não pensamos no empate"

Pouco evasivo nas respostas, William Carvalho jogou à defesa durante a conferência de lançamento do jogo deste sábado (19,45) entre Itália e Portugal, em Milão, não mostrando preferência entre as posições 6 e 8, onde tem atuado nos últimos encontros da seleção nacional.

Como está a equipa? "Equipa está bem, tem trabalhado bem e está pronta para este jogo difícil, no qual Portugal vai entrar para ganhar, como em todos os jogos"

Posição preferida? "Não tenho preferência. Quero ajudar a equipa seja em que posição for"

Crise na seleção italiana? "Seleção italiana tem grandes jogadores, muita história e é sempre uma seleção muito difícil"

Empate serve? "Não pensamos nesse resultado. Entramos sempre para ganhar"

Exclusivos