Federer nas meias-finais pela 13.ª vez. Vai jogar com Nadal

Suíço persegue, aos 37 anos, o seu nono título na relva britânica.

O suíço Roger Federer, terceiro jogador mundial, qualificou-se hoje pela 13.ª vez para as meias-finais do torneio de ténis de Wimbledon, terceiro Grand slam do ano, ao vencer o japonês Kei Nishikori, sétimo.

Federer, que persegue, aos 37 anos, o seu nono título na relva britânica, depois dos triunfos em 2003, 2004, 2005, 2006, 2007, 2009, 2012 e 2017, bateu o nipónico em quatro sets, pelos parciais de 4-6, 6-1, 6-4 e 6-4, em duas horas e 36 minutos.

Nas meias-finais, o suíço, terceiro cabeça de série e vencedor de 20 torneios do Grand Slam, enfrentará o vencedor do embate entre o espanhol Rafael Nadal, segundo do 'ranking' ATP, e o norte-americano Sam Querrey, 65.º.

Federer atingiu a 100.ª vitória no torneio londrino, em 112 encontros, tornando-se o primeiro homem a atingir essa marca em torneios do Grand Slam.

Nadal ganha e marca encontrco com Federer

O tenista espanhol Rafael Nadal, número dois do ranking mundial, garantiu pela sétima vez um lugar nas meias-finais do torneio de Wimbledon, terceiro Grand Slam do ano, ao bater o norte-americano Sam Querrey, 65.º.

Nadal, que somou recentemente o seu 12.º título na terra batida de Roland Garros, para um total de 18 majors, superou Querrey em três sets, pelos parciais de 7-5, 6-2 e 6-2, em duas horas e sete minutos.

Vencedor por duas vezes na relva londrina, em 2008 e 2010, Nadal, terceiro cabeça de série, vai defrontar nas meias-finais o suíço Roger Federer, terceiro jogador mundial, que superou o japonês Kei Nishikori, sétimo, por 4-6, 6-1, 6-4 e 6-4.

O espanhol e o suíço, que conta 20 títulos no 'Grand Slam', incluindo oito em Wimbledon, vão encontrar-se pela 40.º vez, sendo que Nadal soma 24 vitórias e Federer 15, mas o helvético leva vantagem na relva londrina (2-1, em três finais).

Exclusivos