Premium

futebol

Famalicão. Do campeonato distrital a líder isolado da I Liga em apenas onze anos

Os minhotos são a grande sensação do início da época. Construíram um projeto de raiz e até já sonham com a Europa.

O Famalicão é a equipa do momento no futebol português. 25 anos depois da última presença na I Liga, o clube minhoto chega ao final da quarta jornada na liderança isolada do campeonato, justificando a frase "o começo de um novo futuro" que está inscrita na placa de inauguração da academia que há pouco mais de um ano serve os escalões de formação dos famalicenses.

Quando a 22 de maio de 1994 o Famalicão perdeu em Alvalade com o Sporting (3-0) e viu sentenciada a descida à II Divisão, entrou num longo período de crise financeira e desportiva que o levou, em 2008, a baixar ao campeonato distrital de Braga. Um pesadelo que, segundo Paulo Cunha, presidente da Câmara de Famalicão, "só foi possível ultrapassar devido à união das forças da cidade".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Maria Antónia de Almeida Santos

Uma opinião sustentável

De um ponto de vista global e a nível histórico, poucos conceitos têm sido tão úteis e operativos como o do desenvolvimento sustentável. Trouxe-nos a noção do sistémico, no sentido em que cimentou a ideia de que as ações, individuais ou em grupo, têm reflexo no conjunto de todos. Semeou também a consciência do "sustentável" como algo capaz de suprir as necessidades do presente sem comprometer o futuro do planeta. Na sequência, surgiu também o pressuposto de que a diversidade cultural é tão importante como a biodiversidade e, hoje, a pobreza no mundo, a inclusão, a demografia e a migração entram na ordem do dia da discussão mundial.