Ricardo dos Santos bate recorde nacional dos 400 metros

Meio fundista bateu esta terça-feira o recorde nacional da disciplina, ao concluir a primeira série de qualificação em 45,55 segundos, qualificando-se para as meias-finais dos Europeus de atletismo, em Berlim.

O atleta do Benfica melhorou a melhor marca nacional, de 45,74, que já estava na sua posse desde os Europeus de 2014, disputados em Zurique, na Suíça.

Ricardo dos Santos qualificou-se diretamente para as meias-finais dos 400 metros, tendo sido apenas superado, na sua série, pelo belga Kevin Borlée (45,29), antes de os restantes irmãos Borlée também vencerem as suas corridas: Jonathan venceu a segunda (45,19) e Dylan a terceira (45,84).

No concurso de lançamento do peso, Eliana Bandeira terminou no 22.º lugar dos dois grupos de qualificação, com 15,18 metros.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

O relatório do Conselho de Segurança

A Carta das Nações Unidas estabelece uma distinção entre a força do poder e o poder da palavra, em que o primeiro tem visibilidade na organização e competências do Conselho de Segurança, que toma decisões obrigatórias, e o segundo na Assembleia Geral que sobretudo vota orientações. Tem acontecido, e ganhou visibilidade no ano findo, que o secretário-geral, como mais alto funcionário da ONU e intervenções nas reuniões de todos os Conselhos, é muitas vezes a única voz que exprime o pensamento da organização sobre as questões mundiais, a chamar as atenções dos jovens e organizações internacionais, públicas e privadas, para a necessidade de fortalecer ou impedir a debilidade das intervenções sustentadoras dos objetivos da ONU.