Gonçalo Guedes foi a principal novidade do treino da seleção nacional

O avançado do Valência já recuperou de uma gripo, devendo ser opção de Fernando Santos para o jogo de segunda-feira, na Luz, com a Sérvia

O regresso de Gonçalo Guedes aos treinos foi a principal novidade do primeiro treino da seleção nacional, após o empate 0-0 com a Ucrânia, que marcou o arranque de Portugal na fase de qualificação para o Euro2020.

O avançado do Valência falhou a partida devido a uma gripe que o afetou durante toda a semana, mas este sábado já esteve presente na sessão para fazer corrida, acompanhado pelo preparador físico, e alguns exercícios com bola à ainda margem do restante grupo, enquanto Mário Rui, indisposto, esteve ausente.

Os titulares da seleção no empate diante da Ucrânia fizeram apenas trabalho de recuperação, com vista ao desafio desta segunda-feira (19.45 horas) com a Sérvia, no Estádio da Luz .

Nos 15 minutos abertos à comunicação social, os suplentes do desafio de sexta-feira realizaram exercícios de aquecimento com e sem bola no principal relvado da Cidade do Futebol, em Oeiras, casos de José Fonte, Nélson Semedo, Danilo, Pizzi, Diogo Jota e João Félix, mas também as segundas escolhas que entraram em campo no Estádio da Luz, Rafa, Dyego Sousa e João Mário. Os guarda-redes Beto e José Sá realizaram treino específico numa das balizas.

Já os titulares Rui Patrício, João Cancelo, Rúben Dias, Pepe, Raphaël Guerreiro, William Carvalho, Rúben Neves, João Moutinho, Bernardo Silva, André Silva e Cristiano Ronaldo estiveram a recuperar no ginásio, porém também assistiram ao início do treino caminhando à volta do relvado, à exceção do guardião.

O Grupo B, composto por cinco equipas, é para já liderado pelo Luxemburgo, com três pontos, após a vitória sobre a Lituânia (2-1), enquanto Portugal e Ucrânia seguem com um, à frente de Sérvia, que ainda não se estreou, e dos lituanos.

O Portugal-Sérvia será arbitrado pelo polaco Szymon Marciniak.

Exclusivos

Premium

Clássico

Mais de 55 milhões de euros separam plantéis de Benfica e FC Porto

Em relação à época passada, os encarnados ultrapassaram os dragões no que diz respeito à avaliação do plantel. Bruno Lage tem à sua disposição um lote de jogadores avaliado em 310,7 milhões de euros, já Sérgio Conceição tem nas mãos um grupo que vale 255,5 milhões. Neste sábado, no Estádio da Luz, defrontam-se pela primeira vez esta temporada.