Esteve em cinco Mundiais e agora pendurou as botas

Mexicano Rafael Márquez anuncia fim de carreira como futebolista. Foi duas vezes campeão europeu e tem quatro títulos de campeão espanhol no palmarés.

Aos 39 anos, e pouco depois de ter disputado o seu quinto Mundial, o mexicano Rafael Márquez anunciou o seu adeus ao futebol. O experiente defesa/médio escreveu na sua conta de Twitter uma emocionada carta de despedida sobre os 22 anos de carreira. E deixou no ar a possibilidade de continuar ligado ao futebol. "Isto não é um adeus, é um até breve", garantiu.

Rafael Márquez é o terceiro futebolista a jogar em cinco Mundiais, igualando o seu compatriota Antonio Carbajal e o alemão Lothar Matthäus.

Márquez conseguiu ainda superar outro registo em solo russo, pois tornou-se o jogador em toda a história dos Mundiais a capitanear mais vezes uma seleção - 17. O anterior recordista era um tal de Diego Armando Maradona.

Em representação da seleção do México, Rafael Márquez fez 148 encontros. A nível de clubes começou e acabou no Atlas, clube do seu país. O seu segundo emblema foi o Mónaco, daí saiu para o Barcelona, onde viveu o apogeu da sua carreira, ao sagrar-se quatro vezes campeão espanhol e campeão europeu em duas ocasiões.

Em 2010 deixou a Catalunha tendo prosseguido a carreira nos Estados Unidos, ao serviço dos New York Red Bulls. Voltou mais tarde ao México para vencer dois campeonatos pelo León, tendo-se retirado agora no Atlas, não sem antes ter estado uns meses no Hellas Verona.

Ler mais

Exclusivos